Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Audi quer ultrapassar BMW em 6 anos

audiq72

A Audi vai investir 24 mil milhões de euros no desenvolvimento de novas tecnologias e na expansão das suas linhas de produtos, reforçando o seu plano de investimento a cinco anos, em mais 2000 milhões de euros. A Audi é a segunda maior marca premium e de luxo do mundo, com 1,7 milhões de unidades vendidas no ano passado, e definiu como objectivo ultrapassar a rival BMW, até ao final da década. A Audi já supera a BMW na China e na Europa. O plano estratégico da marca aponta para vendas de dois milhões unidades em 2020, mas este patamar poderá ser atingido antes do final da década.

Do investimento anunciado, 70% serão destinados ao desenvolvimento de novos modelos. Até 2020, a Audi espera aumentar de 50 para 60 as suas linhas e variantes de modelos.

Além do pequeno SUV subcompacto Q1 e do novo compacto A3, a Audi tem em carteira uma série de outros novos modelos, como o crossover eléctrico baseado no concept Prologue, apresentado no Salão Automóvel de Los Angeles, que será lançado em 2017 para desafiar a Tesla. “Estamos a fazer grandes investimentos na área da mobilidade eléctrica, conectividade e construção leve”, anunciou o CEO da Audi, Rupert Stadler. Está também a construir uma nova fábrica no México, que produzirá, a partir de 2016, os SUV Q5 com destino aos mercados americanos.

O plano de investimento da Audi faz parte do programa global de 85,6 mil milhões de euros do Grupo Volkswagen, para ultrapassar os japonesas da Toyota  na liderança mundial do sector.

“Apesar do crescimento do investimento total, vamos manter um olhar atento sobre os próximos desafios e manter a disciplina de custos necessária”, garantiu o CFO, Axel Strotbek.

No ano passado o mercado europeu ressentiu 44% das vendas da Audi. As vendas cresceram 11% face  2013, para um recorde d 1,74 milhões de unidades. Na Europa, a marca conta com uma cada vez mais alargada gama de modelos compactos e médios, como o A1, o A3 e sobretudo o familiar A4 e ou os SUV das famílias Q1 (que chegará ao mercado em 2016),, Q3 e Q5. Na China e nos EUA, o Grande SUV Q7 é um dos principais catalisadores dias vendas. A China já vale 1/3 das vendas mundiais da marca e o mercado deverá crescer 9%, este ano, depois da subida de 7% em 2014.

Nos EUA, o maior mercado do mundo para as marcas premiu, a Audi tem como objetivo atingir as 300 mil unidades, depois de ter fechado o ano passado acima das 200 mil.

 

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Hotéis InterContinental do Sul da Europa têm novo director comercial
Marketeer
Nestlé lança nuggets e hambúrgueres vegetarianos