Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Mazda2 à venda em Portugal a partir de hoje

mazda2_2015_action_1

A quarta geração do Mazda2 é fabricada no México e chega hoje ao mercado. Substitui o modelo compacto lançado em 2007, que foi alvo de uma actualização há quatro anos, e surge agora numa geração em que perde a carroçaria de três portas, a qual segundo a marca japonesa não tinha representatividade no mercado. Assim sendo, passa a existir apenas em versão com cinco portas, acompanhando uma tendência que se está a firmar gradualmente no segmento B, dos veículos utilitários, o mais importante do mercado português e o segundo na Europa.

Em Portugal, o Mazda2 vendeu 323 unidades no ano passado, afirmando-se como o modelo de maior sucesso da marca, logo a seguir ao SUV CX-5, e garantindo 30% das vendas.

Um dos pontos fortes deste novo Mazda2 é a estética. Num segmento onde quase todos os rivais se parecem muito entre si, o pequeno Mazda destaca-se pelo seu design estilizado e bastante original inserido na linha KODO da marca. Mede 4,06 metros de comprimento, mais 14 cm que a geração anterior, o que se reflecte no aumento da habitabilidade. Pelas medições das revistas da especialidade, é mesmo o modelo do segmento com mais espaço nos bancos dianteiros. (Veja aqui a tabela de dimensões do modelo).

Para já, a gama Mazda2 contempla o motor gasolina 1.5 Skyactiv, com Start&Stop, em variantes de 75, 90 e 115 Cv. A versão menos potente está associada a uma caixa manual de cinco velocidades e consome 4,7 l/100 Km, com emissões de CO2 de 110 g/Km. O motor mais potente tem uma caixa de 6 velocidades. A versão de 90 Cv pode ser associada a ambas as caixas, mas em Portugal estará apenas com caixa manual. É a mais eficiente, com um consumo de 4,5l/100km e emissões de 105 g/Km. (Conheça aqui todas as especificações motorizadas).

Para Julho, a Mazda promete um 1.5 turbodiesel, que associado à caixa manual de seis velocidades garante um consumo médio combinado de 3,4 l/100 Km, com emissões de 89 g/Km. Melhor, com carroçarias 5 portas, só o Volkswagen Polo 1.4 TDI 75 Cv de caixa manual.

O interior é mais requintado e com materiais de melhor qualidade do que é o normal no segmento, aproximando o Mazda2 mais dos rivais premium, como o Mini ou o Audi A1, do que dos modelos mais standard, como o Seat Ibiza, o Renault Clio ou o Peugeot 208.

Os detalhes de tecnologia incluem um ecrã táctil de sistema de informação e entretimento de série, um head-up display (estreia na classe) e um sistema MZD Connect disponível através de um smartphone. A mala traseira comporta 280 litros, em linha com a média do segmento.

Para Portugal e em termos de estrutura de gama, a Mazda volta a adoptar três níveis de equipamento: Essence disponível apenas para o modelo de 75 Cv, na qual se destaca a tecnologia Start&Stop, Evolve para o motor de 90 cv, e Excellence no topo da gama, associado ao bloco mais potente, de 115 Cv. Todas estas versões podem ser complementadas com os packs opcionais Navi (sistema de navegação apenas disponível nas versões Evolve e Excellence) e High Safety (apenas disponível na versão Excellence com sistema de aviso de veículos em ângulo morto, High Beam Control, chave inteligente, luzes de LED, luzes diurnas LED e ADD – Active Drive Display e sistema de aviso e travagem para evitar colisões frontais até 30 Km/h)

A versão base do Mazda2 1.5 Skyactiv de 75 Cv versão Essence tem um preço de 13.430 euros, situando-se com um preço muito abaixo dos seus concorrentes e a versão mais cara do modelo, o Mazda2 1.5 Skyactiv de 115 Cv Excellence Pack HS Navi, custa 20.011 euros. (Veja a tabela de preços completa aqui).

Esta mais recente aposta da Mazda tem como objectivo reconquistar a quota de 2% no segmento dos utilitários no mercado nacional, segundo afirmou Luís Morais, director-geral da Mazda Portugal.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Hotéis InterContinental do Sul da Europa têm novo director comercial
Marketeer
Nestlé lança nuggets e hambúrgueres vegetarianos