Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Suzuki relança Vitara

Suzuki Vitara 2015

O novo Suzuki Vitara, o crossover compacto do construtor japonês proposto por valores a partir de 18 mil euros, tem a sua chegada aos concessionários portugueses agendada para dentro de uma semana, com as primeiras unidades a serem entregues aos clientes já a partir do final de Março.

Equipada com motores a gasolina e a diesel, ambos com 1,6 litros e 120 cv, a mais recente geração do Vitara disputa um dos segmentos mais dinâmicos do mercado automóvel, liderado por veículos como o Renault Captur e Nissan Juke, mas praticamente todos os fabricantes estão presentes. Com 4,17 metros de comprimento e uma distância entre eixos de 2,5 metros, o novo modelo tem uma estética agradável, sobretudo ao nível da zona lateral e frontal, esta última caracterizada por uma grelha em cor negra com ar musculado, que é cromada na versão de equipamento GLX, a mais sofisticada. Há 14 cores disponíveis, sendo seis bicolores (700 euros), com o tejadilho distinto da carroçaria, solução que resulta bem mais atraente. E, para agradar a todos os tipos de clientes, a Suzuki desenvolveu ainda dois packs cosméticos, denominados Rugged e Urban, destinados a conferir ao Vitara um aspecto mais “durão” ou “civilizado”, respectivamente, com o recurso a pára-choques distintos à frente e atrás, bem como a um spoiler no tejadilho.

Ao serviço do novo Suzuki Vitara estão duas motorizações, a 1.6 VVT a gasolina com 120 cv e uma força de 156 Nm, acoplada a uma caixa manual de cinco velocidades, que anuncia uma velocidade máxima de 180 km/h e um consumo de 5,3 litros. A opção turbodiesel está a cargo do 1.6 DDIS, igualmente com 120 cv mas com um binário de 320 Nm. Associada a uma caixa manual de seis velocidades, esta versão reivindica a mesma velocidade máxima e as acelerações da versão a gasolina (180 km/h e 0 a 100 km/h em 11,5 segundos), mas vê o consumo médio cair para 4,0 litros. As versões 4×4 com o sistema All Grip propõem valores idênticos em termos de velocidade, perdendo apenas 0,2 litros no consumo e cerca de um segundo nas acelerações de 0 a 100 km/h.

Usufruindo de uma campanha de lançamento no valor de 1300 euros, a nova geração do Vitara tem o posicionamento mais competitivo da história do modelo no mercado nacional, estando disponível em três níveis de equipamento – GL, GLE e GLX (veja os equipamentos, aqui ) –, com a oferta a arrancar nos 18.373 euros para a motorização a gasolina, e nos 21.337 euros para o diesel, ambas de duas rodas motrizes. (veja a tabela de preços completa, aqui)

Veja a opinião do Alfredo Lavrador sobre o novo Vitara aqui.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Por que é que os salários quase não crescem?
Marketeer
Triumph instala pontos de reciclagem para roupa usada