Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Mercedes anuncia ofensiva de híbridos plug-in até 2017

mercedes-logo
A Mercedes-Benz anunciou uma ofensiva de modelos híbridos plug-in e está a empreender um esforço extra para concretizar a estratégia de lançar um total de dez novos carros plug-in híbridos até 2017. A marca alemã pretende produzir em média um novo modelo com esta tecnologia a cada quatro meses.

Após o sucesso do lançamento do S 500 plug-in híbrido, a Mercedes vai colocar este mês no mercado o novo C 350 e, o segundo modelo com este tipo de energia. A marca já lançou quatro modelos híbridos que não são, contudo, passíveis de carregamentos por sistema plug-in: o E 300 BlueTec Hybrid, o S 400 Hybrid, o S 300 BlueTec Hybrid e o  C 300 BlueTec Hybrid. Posteriormente, e após a apresentação do Concept V-ision-e em Genebra, a marca poderá mesmo adoptar como nomenclatura a letra “e” para todos os seus modelos plug-in.
“Os plug-in híbridos são uma tecnologia-chave para o caminho que temos a percorrer até um futuro livre de emissões de CO2”, enfatiza Thomas Weber, membro do Conselho de Administração da Daimler AG e responsável pelo grupo de Pesquisa e Desenvolvimento da Mercedes-Benz Cars . “Os plug-in híbridos podem oferecer aos nossos clientes o melhor dos dois mundos: na cidade, a condução pode ser feita em modo totalmente eléctrico, enquanto nas viagens de longa duração beneficiam da autonomia dada pelo motor de combustão. Além disso, creio que este tipo de condução híbrida se traduz num desempenho mais dinâmico e confortável”, conclui o mesmo responsável.Os modelos que receberão esta novidade serão os veículos maiores e com perfis mais distintos como o Mercedes-Benz Classe C e os restantes modelos acima, os SUV’s.Os automóveis plug-in híbridos farão que a Mercedes-Benz reduza as suas emissões de CO2 para 129g/km, conseguindo assim ficar cinco gramas abaixo do resultado registado em 2014. Este número equivale ao consumo médio de 5,1 l /100 Km.

O Concept V-ision-e, apresentado no Salão de Genebra, mostrou ao público o potencial desenvolvimento da restante Classe V numa nova série destinada à tecnologia plug-in híbrida. O modelo em concreto continha dois motores gémeos, um gasolina e outro eléctrico, que debitavam em conjunto 333 Cv de potência. O modelo desportivo anunciou um consumo padrão inferior a 3,0 l/100 Km e uma autonomia de 50 Km em modo 100% eléctrico.

Por outro lado, o C 350-e estará disponível em versões berlina ou carrinha com consumo misto de apenas 2,1 l/100 Km e autonomia de 31 Km em modo totalmente eléctrico. O motor gasolina de 279 Cv tem 4 cilindros e está aliado a um motor eléctrico de 205 kW. Tanto a berlina como a carrinha estão equipadas com uma suspensão de ar e um sistema de controlo de temperatura à priori.

Por último, o S 500 plug-in híbrido, uma berlina de luxo que oferece equipamentos elegantes e detalhe da Classe S conta também com sistema de climatização personalizável, e um motor de 325 kW. Acelera dos 0 aos 100 Km/h em 5,2 segundos e oferece uma autonomia de 33 km em modo 100% eléctrico. O consumo misto é de 2,8 l /100 Km, o que equivale a uma emissão de apenas 65 g CO2/km.

Todos os modelos plug-in híbridos da Mercedes-Benz contarão com um certificado oficial europeu do ambiente.
Conforme adiantou a marca, os preços para Portugal começam nos 125.500 euros para o S 500 plug-in híbrido e no caso do C 350-e, a berlina começa nos 54.300 euros e a carrinha nos 55.600 euros. No entanto, é importante saber que o C 350-e em condições de frotas, apresenta um valor que fica abaixo dos 50.000 euros, passando assim a estar enquadrado com no regime de fiscalidade verde criado pelo Governo português.
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
.PT promove talento feminino no sector da tecnologia
Marketeer
Primeiro Brand Storytelling da Auchan é português