Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Audi descarta produção de monovolumes

audi-emblem-628

A Audi afirmou que não precisa de produzir monovolumes para alcançar os dois milhões de unidades vendidas anuais, ao contrário da sua rival BMW que lançou dois modelos compactos do mesmo segmento, de modo a atrair os consumidores com grandes famílias.

Vista como uma pausa na sua produção de SUV’s e berlinas desportivas, a BMW introduziu o novo BMW Série 2 Active Tourer de cinco lugares na Europa e irá brevemente lançar o mesmo modelo na versão com sete lugares.

Em Portugal, o BMW Série 2 Active Tourer foi o monovolume compacto mais bem sucedido, com um total de 240 unidades vendidas nos primeiros dois meses do ano e uma quota de 40% no segmento.

No que respeita a um modelo sucessor do mini monovolume Audi A2, Ulrich Hackenberg, director de Desenvolvimento da marca dos quatro anéis afirmou que a estratégia delineada pelo grupo é de entregar essa missão à Volkswagen. “A Volkswagen tem uma gama de monovolumes com muito sucesso. Creio que o carácter da Audi não se revê actualmente nesse tipo de segmento e os custos de produção também não o justificam, quando estamos a preparar o mini crossover Q1, a ser lançado no próximo ano”, concluiu Hackenberg.

Segundo os especialistas, o Audi A2 lançado em 2000, não teve um sucesso nas vendas devido ao seu corpo totalmente em alumínio. O carro foi descontinuado em 2005 mas se estivesse no mercado teria como concorrentes MPV’s mais pequenos como os actuais Nissan Note ou Citroen C3 Picasso.

O objectivo da Audi é continuar assim na sua forte aposta de SUV’s e crossovers, que face à grande procura que têm tido, serão a resposta ideal para a marca alemã atingir as suas metas.

 

 

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Hotéis InterContinental do Sul da Europa têm novo director comercial
Marketeer
Nestlé lança nuggets e hambúrgueres vegetarianos