Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Carlos Tavares revela próximos passos da PSA

carlos_tavares_pode_substituir_carlos_goshn_no_cargo_de_ceo__large_101450 Um ano depois de ter tomado posse como CEO do grupo PSA Peugeot Citroën, Carlos Tavares admite que, apesar de 2014 ter sido o primeiro nos últimos três meses a registar lucro, ainda existem vários desafios pela frente, em entrevista à Automotive News Europe. O plano de recuperação Back in the Race teve como maior vitória os 2.18 mil milhões de euros gerados, depois de as perspectivas apontarem para um resultado positivo nesse âmbito apenas em 2016. O executivo decidiu não focar a acção do grupo no volume gerado pois, segundo o mesmo, “qual é o sentido de vender muitos automóveis, se se perde dinheiro ao fazê-lo?”, acrescentando que o verdadeiro objectivo até 2018 é “trazer a empresa de volta a uma base sólida”. Outra das metas ultrapassadas pela PSA foi a redução do custo de produção por unidade que chegou aos 730 euros em 2014, apesar de ter sido estabelecido um objectivo de 500 euros, “através de um combinação de cadeia de fornecedores, manufactura, compra e engenheira.” Carlos Tavares sublinha melhorias ao nível da logística, da qualidade e de custos de energia, trunfos que irá utilizar até 2018 para reduzir o custo de produção na ordem dos 500 euros, para além da nova plataforma que tornará os automóveis mais leves e baratos, apesar de oferecerem uma melhor performance.  

 

]]>

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Marketeer
Lego lança minissérie no YouTube