Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Segmento dos SUV vai superar os dois milhões de unidades vendidas em 2020

kadjar7 O segmento dos SUV (ou crossovers) é cada vez mais importante a nível global, com as marcas a reforçarem de forma decidida a sua aposta em novos modelos com essas características. Com efeito, nos últimos anos têm-se multiplicado as propostas dos mais variados fabricantes, existindo actualmente automóveis de dimensões e de orientações distintas. A comprovar o aumento das vendas e da importância dos SUV, os analistas da IHS Automotive, citados pela Automotive News Europe, acreditam que em 2020 este segmento terá vendas superiores a dois milhões de unidades por ano na Europa. “Não creio que um construtor de grande volume presente na região possa dar-se ao luxo de estar no mercado sem um [SUV]”, referiu Ian Fletcher, analista principal da IHS Automotive, à Automotive News. A comprovar este peso crescente do segmento que teve a sua explosão com o lançamento do Nissan Qashqai, a JATO Dynamics coloca os SUV/crossovers como o quarto maior segmento no Velho Continente, ficando apenas atrás dos utilitários (B), compactos (C) e citadinos (A). E se durante algum tempo, apenas as marcas generalistas apostaram em veículos com aquelas características, na actualidade, também as marcas Premium apostam forte nos SUV, com a Mercedes-Benz a contar com os GLA e GLE, a Audi com os modelos da gama Q e a BMW com a gama X. Quanto às marcas consideradas generalistas, ganham preponderância os modelos concebidos com base nos modelos de segmento B, como o Renault Captur. Com a chegada iminente de mais propostas, como o Kadjar da Renault, o novo Tiguan da Volkswagen ou o Honda HR-V e a entrada de novos ‘players’, como a SEAT (com base no 20V20), o segmento deverá crescer ainda mais nos próximos 24 meses. Mas os analistas apontam, sobretudo, o Tiguan e o Kadjar como os modelos a ter mais em conta para os próximos meses, com os analistas da IHS a considerarem que o SUV germânico assumirá a segunda posição no leque dos mais vendidos no segmento na Europa em 2017. Na frente, embalado pelos anos recentes, permanecerá o Qashqai (que no ano passado vendeu mais de 200.000 unidades), modelo que, de resto, partilha a base e muitos dos componentes com o Kadjar. Seguir-se-ão o Volkswagen Tiguan, o Peugeot 3008 e o Kadjar. Outros modelos, sobretudo das marcas asiáticas, parecem estar de fora das preferências dos europeus, de acordo com os mesmos analistas.]]>

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Carlos Coelho no encerrramento da XVIII Conferência Human Resources
Marketeer
Dona da Louis Vuitton investe em marca optimista