Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Nova lei dos combustíveis entrou hoje em vigor

combustivel_diesel A partir de hoje, todos os automobilistas portugueses poderão abastecer os seus automóveis com combustíveis simples em todos os postos de abastecimento, cumprindo assim com o desígnio legal da lei 6/2015 de 16 de Janeiro de 2015. Esta lei procura colocar ao dispor de todos os condutores uma gama de combustíveis simples, sem a presença de aditivos, para baixar o preço do mesmo, posicionando-se como uma alternativa aos combustíveis low cost dos postos de abastecimento de hipermercados, que até aqui conseguiam disponibilizar gasolina e Diesel a custo mais acessível do que os presentes nos postos das marcas petrolíferas. Contudo, além da questão do preço, que ao que tudo indica, não será muito mais baixo do que o dos combustíveis aditivados, existe ainda a necessidade de adaptação de muitos postos para a adopção destes combustíveis. No caso da Galp, por exemplo, a grande maioria dos postos deixou de contar com a gasolina de 98 octanas, oferecendo apenas gasolinas 95 aditivada e simples e gasóleo aditivado e simples. Quanto à questão dos preços por litro, as petrolíferas já haviam garantido que não conseguirão colocar o combustível a preços semelhantes aos dos hipermercados, na medida em que os aditivos representam apenas uma parte do custo por litro e que os custos de exploração dos postos dos hipermercados são mais baixos. Por tudo isso, as vantagens para os consumidores não deverão ser muito notórias. Aliás, num dos postos de abastecimento da Galp esta manhã, a diferença rondava os dois cêntimos por litros entre os respectivos combustíveis aditivados e simples. Instada a comentar a sua estratégia relativamente à introdução desta lei, a Galp Energia referiu à Automonitor que “não presta qualquer comentário susceptível de prejudicar a sua estratégia comercial”. Por outro lado, fonte da BP Portugal foi mais expansiva, indicando também em declarações à Automonitor que será disponibilizada “na sua rede de postos combustível simples com a fórmula Invigorate, concretamente “Gasolina Simples 95” e “Gasóleo Simples”. A BP mantém ainda a sua gama Ultimate, prosseguindo assim com a sua aposta em produtos Premium”. Sobre o impacto da lei no mercado, a mesma fonte da companhia petrolífera referiu que “num mercado liberalizado, esta imposição legal, que não é mais do que uma medida intervencionista, representa uma distorção do mesmo. A implementação da lei 6/2015 não beneficia ninguém e é fundamentalmente um profundo insulto à inteligência dos consumidores”. Também a Cepsa e a Repsol foram contactadas para oferecerem um comentário a esta nova lei, mas até ao momento não obtivemos resposta.]]>

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Há um novo espaço de cowork em Lisboa
Marketeer
Renault testa serviço de carsharing com veículos autónomos