Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Marchionne defende união entre fabricantes para evitar "desperdícios"

sergio_marchionne1 Se os principais fabricantes de automóveis não se juntarem de modo a que possam unir forças na produção de novos modelos, o desperdício de mil milhões de euros continuará a ser uma realidade, defende Sergio Marchionne, CEO da Fiat Automobiles Chrysler. O responsável explicou ainda que a indústria automóvel, à excepção da China, desperdiça por semana cerca de dois mil milhões de euros em produtos muito semelhantes entre si. Por isso, acredita que se as marcas não tomarem nenhuma iniciativa, será o próprio mercado de capitais a fazê-lo, forçando uma mudança drástica. “Há um problema fundamental que não pode ser ignorado”, afirmou Marchionne no Brasil, no dia em que a FCA inaugurou uma fábrica para construir o Jeep Renegade e mais dois outros modelos naquele país da América do Sul. “Precisamos de encontrar uma maneira de abandonar este caminho e sermos efetivamente mais responsáveis. Os fabricantes poderiam partilhar até 40/50% dos custos de desenvolvimento dos veículos, tendo como retoma de capital cerca de 2500 a 4500 milhões de euros por ano”.]]>

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Marketeer
Lego lança minissérie no YouTube