Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Fabricantes de automóveis preparam entrada no mercado online

Bluewater_-Rockar-Hyundai-

Comprar um automóvel através da Internet é uma realidade cada vez mais próxima para os fabricantes de automóveis que vêem o online como um aliado para os concessionários e não uma arma que prejudicará o seu contacto com o público e, consequentemente, as suas vendas.

A sul-coreana Hyundai estabeleceu um acordo com o empresário de retalho automóvel Simon Dixon e criou a Hyundai Rockar, uma plataforma para venda de automóveis da marca no Reino Unido. Através deste site, o cliente pode comprar um automóvel sem sair de casa: o automóvel é entregue à sua porta. “É uma abordagem completamente diferente na venda de veículos. Diria que é talvez o primeiro concessionário puramente digital”, afirma Jochen Sengpiehl, vice-presidente de Marketing da Hyundai Europa, em declarações à Automotive News Europe.

A Hyundai é a primeira a dar este passo mas outros fabricantes já começam a ajustar ferramentas para agilizar processos online, começando pela possibilidade de iniciar a compra no site da marca. Exemplo disso é a Volvo que esgotou a edição de lançamento do novo XC90 em 47 horas na primeira vez que disponibilizou a venda online de um dos seus modelos.

“Queremos que toda a nossa gama esteja disponível online, no máximo, em 2016. Já estamos a começar este ano”, revelou Alain Visser, representante de vendas no Conselho Executivo da Volvo, à mesma meio de comunicação. A Volvo vê a Internet como uma ferramenta que irá ajudar os concessionários pois este serviço funcionará como uma ponte entre o consumidor e o stand, visto que será nas lojas físicas que a entrega e compra do automóvel será efectuada.

Reticências ainda existem

A Mercedes-Benz mostra-se mais reticente nesta prática, com segundo Ola Kaellenius, responsável pelas vendas do fabricante alemão, a demonstrar a sua crença de que os consumidores são relutantes em seguir “até ao clique final” no momento de comprar um automóvel via online. No entanto, a marca já está a testar esta modalidade de venda em dois pontos de mercado europeus, Hamburgo e Varsóvia, nos quais é possível comprar veículos pré-configurados pelo mesmo preço que no concessionário, mas onde a maior parte da interacção passa pela marcação de test-drives ou de reuniões com os vendedores.

O mercado está a adaptar-se e os fabricantes começam a responder à evolução das exigências dos consumidores que, segundo Andrew Tongue, da consultora ICDP, em declarações à Automotive News Europe, explica que estes “querem escapar à discussão com o vendedor” no momento da compra.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Marketeer
Lego lança minissérie no YouTube