Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Marcas Premium alemãs redobram esforços por mapas da Nokia

Traffic-screen_HD

A ‘batalha’ pelo serviço de mapas da Nokia, conhecido por ‘Here’ continua a movimentar o mercado da tecnologia, com a mais recente notícia a indicar que as marcas Premium alemãs – Audi, BMW e Mercedes-Benz – uniram esforços a uma companhia privada de investimentos para aumentarem as suas hipóteses de garantirem o serviço ‘Here’ para o seu lado.

Os mapas ‘Here’ da Nokia são reconhecidos pela sua qualidade e fidelidade ao mundo real, tendo por isso recebido grande cobiça assim que se tornou pública a intenção da Nokia, agora inserida na Microsoft e em processo de reorganização, de vender aquele serviço à melhor oferta. Além do consórcio de marcas germânicas, também a Uber e a Baidu estão interessadas naquele leque de mapas disponibilizados pela companhia finlandesa.

De acordo com uma de duas fontes ouvidas pela Automotive News Europe, a General Atlantica aceitou aliar-se aos três fabricantes germânicos mediante uma percentagem ainda a definir, mas que deverá rondar os 30%, enquanto outra fonte adiantou que cada construtor está preparado para oferecer 700 milhões de euros, sem que exista já uma percentagem definida para cada uma dentro deste negócio. O ponto em comum prende-se, com efeito, no grande interesse que Audi, BMW e Mercedes-Benz demonstram neste serviço.

Com a proposta feita, adianta ainda o Automotive News Europe, os construtores esperam uma resposta da Nokia para considerarem uma eventual contra-proposta, ainda mais elevada, encontrando-se mesmo a ponderar a aliança com outras empresas de âmbito financeiro para elevarem o peso da sua proposta. Fundamental, no entanto, é a definição de que as três manterão, independentemente dos parceiros a que se aliem, o controlo sobre os mapas.

Analistas da área económica indicam que o valor potencial do serviço de navegação ‘Here’ (o qual poderá ser usado pelas marcas para alavancar a tecnologia de condução autónoma) estará entre os 2 mil milhões de euros e os 4 mil milhões de euros.

Nenhuma das companhias referidas no artigo quis comentar o assunto.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Marketeer
Insectos comestíveis estão a ganhar terreno em Portugal