Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Filipe Amaro: “Vulco quer continuar a crescer em Portugal”

filipe amaro vulco

Rede de oficinas associada à Goodyear Dunlop Tyres, a Vulco é uma das principais cadeias especializadas em pneus e mecânica e rápida na Península Ibérica, estando actualmente embarcada num plano de crescimento em território nacional.

O primeiro centro da Vulco foi lançado em 1993, em Espanha, tendo a partir daí expandido a sua rede não só naquele país, mas também em Portugal, onde conta já com 37 pontos de venda, sendo que no total ibérico o número de oficinas da Vulco supera já os 300. Numa escala maior, são já mais de 2000 os pontos de venda desta rede na Europa, num desenvolvimento rápido que tem por base a procura de uma melhor oferta de serviços aos clientes e gestão moderna.

Filipe Amaro, Coordenador de Rede da Vulco em Portugal, explicou à Automonitor os princípios que estão por detrás do mais recente esforço de expansão da companhia em solo nacional, adiantando que o desenvolvimento da rede não se ficará por aqui, apontando como factores-chave a localização e o nível de qualidade oferecido pelas oficinas a que a Vulco se associa.

Automonitor: Quais são os objectivos da Vulco para Portugal em termos de expansão da rede?
Filipe Amaro: A Vulco tem por objectivo continuar a fazer crescer a sua rede e aumentar a sua preponderância em Portugal. A nossa estratégia de expansão baseia-se em dois pilares: localização das oficinas de forma a garantir a maior cobertura geográfica possível e o perfil qualitativo dos associados. Pretendemos estar cada vez mais próximos dos clientes finais e frotas, oferecendo um serviço especializado de pneus e mecânica rápida.

AM: Que mais-valias diferenciam a Vulco das restantes empresas do ramo a operar no mercado?

FA: Gerar negócio e a profissionalização da rede são duas áreas estratégicas da gestão Vulco. Aportamos valor ao associado Vulco através do nosso programa de rede que engloba um plano de marketing anual, apoio em comunicação local, assessoria no terreno, condições de compra preferenciais em fornecedores homologados, produto próprio, revisão oficial, entre outros aspectos. Isto é, colocamos à disposição das oficinas Vulco uma grande diversidade de ferramentas.

No âmbito da profissionalização destacamos o plano de formação anual e o acordo com a empresa Atisae Consultores, parceiro da Vulco em todo o processo de profissionalização da rede (Projecto Qualidade Vulco), ajudando-nos a identificar áreas de melhora e definindo planos de acção concretos por oficina que permitem aos nossos associados ser cada vez mais competitivos no mercado.

Também desde a Central Vulco promovemos a partilha de experiências e boas práticas entre associados o que consideramos ser altamente enriquecedor e positivo, fomentando o espírito de grupo.

vulco_viseu

AM: Em que moldes é que funcionará em Portugal: sempre em parceria com oficinas já existentes ou os objectivos também passam pela abertura de espaços de raiz?

FA: Por norma o nosso conceito passa pela dinamização de parcerias com oficinas já existentes e em actividade. Porém, apoiamos igualmente as empresas já integradas na nossa rede no seu processo de crescimento e expansão através da abertura de novos pontos de venda em parceria com a Vulco.

AM: Que critérios é que uma oficina tem de respeitar para poder ser uma oficina Vulco no mercado nacional?

FA: A localização geográfica e o perfil qualitativo são dois critérios chave. A visão Vulco tem como propósito integrar oficinas especializadas no serviço de pneus e manutenção automóvel que partilhem da nossa filosofia de qualidade e serviço. Buscamos oficinas com perfil e competências orientadas para o profissionalismo.

AM: Quais as grandes diferenças que a Vulco encontra entre dois mercados de dimensões tão diferentes como o português e o espanhol?

FA: O mercado Espanhol apresenta um maior número de operadores de mercado, existindo igualmente uma diversificação dos canais de venda. Em geral os vários conceitos de grupos e redes oficinais encontram-se mais maduros e consolidados fruto da experiência.

Em Portugal nos últimos anos temos assistido a um crescimento e desenvolvimento das redes. A Vulco tem contribuído e acompanhado esta tendência de crescimento, vendo aumentar de forma importante a sua rede a nível nacional, alavancando o grau de experiência e exigência do grupo.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Fred Castro: O propósito está onde menos se espera
Marketeer
Renault testa serviço de carsharing com veículos autónomos