Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Ford testa automóveis em temperaturas extremas

[youtube height=”HEIGHT” width=”WIDTH”]https://www.youtube.com/watch?v=6cTvAPEmGNY [/youtube]

 

Os testes climatéricos são uma das mais importantes provas pela qual um automóvel tem de passar na sua fase de desenvolvimento. No Ártico ou no deserto do Saara, das temperaturas mais baixas às mais altas, a resistência dos componentes que constituem um automóvel é fulcral.

Anualmente, a Ford utiliza a base da Força Aérea de Eglin, na Florida, Estados Unidos, para testar os seus veículos naquele que é o simulador mais exigente do mundo, com uma amplitude térmica entre os -18 e os 74 graus centígrados. Esta infraestrutura atinge os quatro graus centígrados em 10 horas, replicando o inverno no Alasca. Nesses ensaios, a marca testa ainda 13 tipos de combustíveis distintos para avaliar a sua capacidade de ignição a baixa temperaturas.

Utilizado para testar a resistência dos aviões das Forças Armadas americanas, este local tem capacidade para testar 75 veículos simultaneamente.

Esta ação é repetida todos os anos pela Ford, que desloca uma série de protótipos de desenvolvimento globais e uma equipa de engenheiros até àquela que é considerada a maior infraestrutura de testes climatéricos do mundo, o Laboratório McKinley, integrado naquela base.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
PLMJ reforçou a equipa
Marketeer
Imagem da Arábia Saudita está nas mãos de influenciadores