Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Como um anúncio da Honda foi banido por uma ideia subliminar

[youtube height=”HEIGHT” width=”WIDTH”]https://www.youtube.com/watch?v=U8VlX4Ekk80[/youtube]

 

A Honda viu-se forçada a cancelar um dos seus anúncios televisivos no Reino Unido depois de dois telespectadores se terem queixado às autoridades que gerem a publicidade naquele país, admitindo que o anúncio encorajava à prática da condução “perigosa ou irresponsável”.

O anúncio, criado pela agência Weiden+Kennedy, apresentava uma série de mensagens rápidas, podendo-se ler numa delas que “subitamente, descobres que consegues ir mais depressa do que pensavas. E passar o limite que pensavas que tinhas. Chegar a lugares que pensavas não conseguir alcançar. Sabe bem, certo?”. As mensagens eram intercaladas com imagens de modelos da Honda, o que motivou dois telespectadores deste anúncio a apresentarem queixas à Advertising Standards Authority (ASA).

De acordo com o site Thedrum.com, o intuito do anúncio não era esse, mas antes apelar à superação das pessoas no seu quotidiano através de uma técnica de leitura rápida, desafiando-os a acompanhar a velocidade de leitura das mensagens que vão surgindo no ecrã.

Contudo, para a ASA, as imagens dos veículos em movimento e a sonoridade associada não apelam ao mesmo objetivo que o proposto pela Honda, explicando que “as cenas dos carros, os efeitos especiais e a banda sonora a acompanhar deixariam os espectadores com a impressão de que a velocidade era a mensagem central do anúncio”.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Marketeer
Lego lança minissérie no YouTube