Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Ensaio Volvo V40 D2 Momentum: Mudar para melhor

[easingslider id=”22514″]

Existe atualmente uma tendência generalizada entre os construtores para promoverem o ‘downsizing’ das suas gamas de motores. Poucas marcas se têm atrevido a ‘navegar’ no sentido oposto. Contudo, a Volvo é uma delas, tendo optado por substituir o anterior motor 1.6 Diesel originalmente desenvolvido no âmbito da parceria PSA/Ford por uma unidade ‘caseira’ de 2.0 litros para o V40.

No cerne desta mudança estão as exigentes regras ambientais europeias que exigem blocos mais eficientes em termos de emissões (Euro 6) e consumos e que obrigaram, assim, à adoção de um bloco de dois litros, que no caso desta versão D2 conta com 120 cv e 280 Nm de binário. A troca de unidades revela-se tremendamente favorável para a capacidade de utilização deste Volvo V40, uma vez que os 2.0 litros de cilindrada permitem maior fôlego a baixas rotações.

Doce impetuosidade

E é por aí que passa uma das grandes virtudes deste modelo, com imensa disponibilidade do motor desde as 1400-1500 rpm, impelindo o V40 para a frente com grande prontidão, subindo de regime de forma progressiva até às 3000 rpm, sendo que a partir daí o fôlego sentido anteriormente esmorece e torna-se imperativa a passagem para uma relação superior. O binário máximo disponibilizado numa faixa de regimes tão baixa também se traduz em recuperações breves e na facilidade de rolamento com mudanças mais altas engrenadas a velocidades reduzidas, incrementando assim a economia. A este respeito, há que enaltecer a facilidade com que se consegue rodar abaixo dos 5,0 l/100 km, com a média final do ensaio a evidenciar bem toda esta eficiência – 4,8 l/100 km.

Volvo V40 R-Design - model year 2016

A caixa de seis velocidades tem um escalonamento acertado (embora o manuseamento nem sempre seja pacifico), permitindo de igual forma extrair facilmente o potencial deste motor de 120 cv, que se destaca igualmente por outra qualidade – o refinamento, com as vibrações e o ruído bem suprimidos pelo trabalho feito ao nível do isolamento.

Além disso, a condução do V40 assume contornos de automóvel Premium requintado, oferecendo conforto de rolamento em combinação com dinâmica competente, providenciando reações seguras. Apenas a direção destoa, faltando-lhe algum ‘feedback’ que faz com que o lado dinâmico não seja ainda mais forte.

Interior racional

No interior, a simplicidade da Volvo marca pontos, com poucos comandos dispostos na consola central sobrelevada, destacando-se quatro controlos rotativos (um para o sistema de áudio, outro para o menu e dois para o ar condicionado), enquadrando os restantes comandos do modelo. A qualidade também está em muito bom nível, sobressaindo ao nível da construção do habitáculo. O painel de instrumentos com tecnologia TFT integrada é uma mais-valia curiosa, permitindo personalização com três temas diferentes, entre ‘Eco’, ‘Requinte’ e ‘Performance’.

Volvo V40 R-Design - model year 2016

A habitabilidade, de bom nível nos lugares dianteiros, peca pelo espaço mais acanhado nos bancos traseiros, sendo essa uma das suas poucas pechas, tanto em comprimento para as pernas, como em largura, na qual também não sobressai. A bagageira apresenta 335 litros de capacidade, colocando-se na média daquilo que o segmento oferece.

O preço para esta bem equipada versão Momentum – conta com sensores de luminosidade e de chuva, ar condicionado, cruise control e airbags dianteiros, laterais dianteiros, de teto e de joelhos – é de 29.996 euros, embora o acesso à gama Diesel se faça com uma versão D2 Kinetic ECO, a partir dos 28.227 euros.

Veredicto

A aposta na diferença pagou bons dividendos no caso deste Volvo V40 D2, com a substituição do anterior 1.6 Diesel por um 2.0 da Volvo a resultar num modelo bastante agradável de conduzir, com motor redondo e ‘cheio’ tanto em baixos como em médios regimes. Além disso, consegue ser extremamente económico e refinado na estrada, numa mescla de conforto e firmeza que deixa nota positiva. Já a habitabilidade destoa um pouco, sobretudo no espaço disponível para os passageiros dos bancos traseiros, mas não é uma situação dramática em termos de versatilidade. No final de contas, a aposta da Volvo deste bloco de 120 cv torna o V40 bem mais apelativo em termos de utilização diária e isso pode ser decisivo para quem procura uma alternativa credível aos modelos germânicos. Prova de que a racionalidade sueca compensa.

FICHA TÉCNICA

Motor
Tipo 4 cilindros em linha, long., inj. directa common-rail, turbo
Cilindrada 1969
Diâmetro x curso (mm) 82,0×93,2
Taxa compressão 16,0:1
Potência máxima (cv/rpm) 120/3750
Binário máximo (Nm/rpm) 280/1500
Transmissão e direcção
Tracção Dianteira
Caixa Manual de 6 velocidades
Direcção Pinhão e cremalheira, com assistência eléctrica
Dimensões e pesos
Comp./largura/altura (mm) 4369/1802/1420
Distância entre eixos (mm) 2647
Largura de vias fte/tras. (mm) 1546/1533
Travões fr/tr. Discos ventilados/discos
Peso (kg) 1546
Capacidade da bagageira (l) 335-1032
Depósito de combustível (l) 62
Pneus série 205/50 R17 (Pirelli Cinturato P7)
Prestações e consumos
Aceleração 0-100 km/h (s) 10,5
Velocidade máxima (km/h) 190
Extra-urb./urbano/misto (l/100 km) 3,3/4,1/3,6
Emissões de CO2 (g/km) 94
Preço (Euros) 29.996
Preço da unidade ensaiada (Euros) 35.438

Equipamento de série

ABS
Airbags de condutor e passageiro
Airbags laterais
Airbags de cortina
Airbag de joelho
Controlo electrónico de estabilidade
Controlo de tração
Isofix
Ar condicionado automático
Hill holder
Volante ajustável em altura e profundidade
Volante multifunções, revestido a pele
Retrovisor interior electrocromático
Espelhos retrovisores exteriores ajustáveis electricamente, aquecidos com rebatimento eléctrico
Luzes diurnas em LED
Computador de bordo
Cruise-control com Limitador de velocidade
City Safety
Sensores de parqueamento traseiro
Sensor de chuva
Sensores de luminosidade
Spoiler traseiro
Ecrã táctil de 5″
Leitor de CD com MP3
Entrada de áudio auxiliar, USB e iPod
Ligação Bluetooth
Jantes de liga leve de 17″
Indicador de pressão dos pneus

Opcionais da unidade ensaiada

Pintura Azul Power (€160)
Business Pack Connect: Sistema de navegação, Audio “High Performance c/ Sensus Connect” (€722)
Climate Comfort Pack: Ar condicionado automático e duas zonas de climatização (€320)
Light & Style Pack: Painel de instrumentos digital com ecrá 8″, Faróis Bi-Xénon, Lava-Faróis, Aplicações em Shimmer Graphite com molduras em aluminio, Luzes interiores, Alavanca da caixa iluminada (€1625)
Security Pack: Alarme Sensor de Movimento interior/Sensor de inclinação/Fecho duplo de segurança portas, Keyless Entry (€1353)
Pneu suplente (€62)
Porcas de segurança (€37)
Jantes em liga leve 17″ Spider (€812)

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Marketeer
Insectos comestíveis estão a ganhar terreno em Portugal