Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Martin Winterkorn é hoje ouvido pelo comité executivo da VW

martin-winterkorn-vw

Martin Winterkorn esclarecerá hoje o seu envolvimento no caso da alteração dos dados de emissões no motor EA 189, que equipam automóveis do grupo Volkswagen, perante o comité executivo do Conselho Administrativo do fabricante, segundo a Automotive News Europe. Em causa estará qual o conhecimento que o CEO do grupo tinha acerca do esquema que pretendia enganar os reguladores e consumidores acerca das emissões desta unidade Diesel presente em cerca de 11 milhões de veículos a nível mundial.

Presidente-executivo do grupo Volkswagen desde 2007, Winterkorn dirigiu-se ao público através de um vídeo onde afirma que “as irregularidades encontradas nos motores Diesel vão contra tudo aquilo que a Volkswagen defende. (…) Sendo muito claro: a manipulação nunca mais pode acontecer na Volkswagen”, admitindo o erro cometido pela marca de Wolfsburg.

Este escândalo acontece quando o prazo final para a aprovação da renovação do contrato do CEO tem lugar na próxima sexta-feira. Wolfgang Porsche, que controla a maioria dos votos dos acionistas votantes, Bernd Osterloh, líder do sindicato da Volkswagen, e Stephan Weil, o primeiro-ministro da Baixa Saxónia são as peças chaves do comité executivo que Martin Winterkorn terá de convencer para ficar, segundo a mesma publicação.

No entanto, como responsável pela estratégia de produto do grupo, o CEO é a peça central desta polémica que já diminuiu o valor do grupo Volkwagen no mercado em cerca de 24 mil milhões de euros. Caso Winterkorn seja afastado, Matthias Mueller, responsável pela Porsche, e Hebert Diess a mais recente aquisação vinda da BMW para a marca Volkswagen, são os possíveis substitutos para o cargo de presidente-executivo.

A Volkswagen é acusada pelas autoridades norte-americanas de ter montado um software nalguns automóveis vendidos naquele mercado com o qual conseguiam adulterar os valores das emissões de NOx para a atmosfera. No entanto, o grupo já veio assegurar que esta irregularidade acontece apenas nos motores EA 189, estando os motores europeus que respeitam as normas Euro6 foram desta polémica.

Saiba mais acerca deste caso, aqui.

 

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus