Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Winterkorn enfrenta inquérito para apurar responsabilidades

martin-winterkorn-vw

As autoridades alemãs abriram um inquérito criminal para investigar o envolvimento do ex-CEO do grupo Volkswagen, Martin Winterkorn, depois de ter sido revelado que alguns modelos com motores diesel estavam equipados com um software malicioso que adulterava o resultado das emissões de NOx.

A investigação irá debruçar-se sobre as acusações de fraude associadas à venda destes veículos e tentar encontrar o responsável pela falsificação dos resultados dos testes a que estes automóveis foram sujeitos, segundo revelaram os procuradores de Braunschweig, na Alemanha.

 

Este inquérito foi aberto cinco dias depois de Winterkorn ter sido afastado do cargo que ocupava desde 2007, tendo sido substituído na passada sexta-feira por Matthias Mueller, ex-CEO da marca Porsche. São já vários os países que tomaram atitudes em relação à venda de veículos do grupo alemão, como é o caso da Suíça, que baniu a venda de modelos VW.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Marketeer
Lego lança minissérie no YouTube