Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Procuradores alemães recuam em investigação a Winterkorn

martin-winterkorn-vw

As autoridades alemãs recuaram um passo nas investigações no caso Volkswagen, tendo sido forçadas a alargar o seu âmbito de investigação que se centrava até agora no ex-CEO do grupo, Martin Winterkorn. Os procuradores da Baixa Saxónia afirmaram hoje que deve haver “factos concretos” antes de se iniciar uma investigação a Winterkorn, a ser investigado pelo crime de fraude.

Inicialmente apontado como o grande culpado do escândalo que tem envolvido a Volkswagen, Martin Winterkorn foi alvo de uma investigação por parte das autoridades alemãs pouco tempo depois de ter sido descoberta a falsificação dos valores de emissões de NOx nos motores diesel EA189 do grupo VW.

Um ação que se revelou precipitada numa altura em que se torna pertinente encontrar o responsável pela criação do software malicioso instalado nos motores. A Volkswagen já enfrenta processos e investigações criminais, tendo já parado a venda de veículos num crescente número de países. No total, são 11 milhões os veículos afetados.

Conheça todos os desenvolvimentos deste caso, aqui.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Há um novo espaço de cowork em Lisboa
Marketeer
Renault testa serviço de carsharing com veículos autónomos