Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Pires de Lima descarta responsabilidade da Autoeuropa

Screen_Shot_2015-04-17_at_6.11.10_PM.0.01-1024x557

António Pires de Lima, Ministro da Economia, presidiu esta manhã à primeira reunião do grupo de trabalho formado propositadamente para estudar o caso VW e fez questão de salientar desde logo que a Autoeuropa não tinha responsabilidade neste escândalo.

“Mesmo que eventualmente no passado tenham sido produzidos veículos com motores com este software fraudulento em Portugal, não é responsabilidade da gestão da Autoeuropa”, explicou Pires de Lima aos jornalistas em declarações citadas pela agência Lusa.

O Ministro mais salientou que “a Volkswagen comprometeu-se a entregar um plano de solução até 7 de outubro, sendo que só depois dessa data é que o grupo de trabalho vai voltar a reunir-se”.

Contudo, as medidas de Portugal só serão conhecidas depois das eleições legislativas e tudo indica que só depois de dia 15 de outubro é que cada entidade saberá o que fazer. Ao todo, no grupo de trabalho está representada a a ASAE, a direção-geral do Consumidor, a Agência Portuguesa do Ambiente, a Autoridade Tributária, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (responsável pela homologação de veículos), o Instituto Português da Qualidade e a AICEP.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Marketeer
Insectos comestíveis estão a ganhar terreno em Portugal