Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Futuro da Autoeuropa em discussão na Alemanha

autoeuropa

O futuro da Autoeuropa discute-se esta semana na Alemanha. Com a previsível quebra nas vendas e consequente redução na produção devido ao rebentamento do escândalo referente aos motores EA 189 a gasóleo do Grupo Volkswagen, o grupo vai debater entre os dias 5 e 9 de outubro o futuro imediato das suas infraestruturas e locais de produção.

A Autoeuropa representa 1,1% do Produto Interno Bruto (PIB) português, empregando 3572 dos cerca de 600 mil colaboradores do Grupo Volkswagen, além de proporcionar emprego indireto a diversas companhias locais e nacionais. Assim, um eventual corte na produção entre os 30 e os 40% poderá ter repercussões na Autoeuropa.

Citado pelo jornal Expresso, António Chora, sindicalista português presente nessa reunião, refere que até à data nada mudou na cadência diária de produção da Autoeuropa, mantendo-se a produção nos 460 veículos por dia, número adiantado por aquele meio de comunicação via fonte oficial da fábrica.

Em números, a fábrica da VW em Palmela representa ainda 3,7% das exportações nacionais, 62% dos seus fornecedores são portugueses e consolida três importantes mercados de destino: Alemanha (38,1% da produção de carros exportados), China (24,4%) e Reino Unido (7,5%). Perdendo esta regalia, a economia nacional teria um prejuízo irreparável a curto prazo.

No ranking de exportadores, a Autoeuropa é a segunda maior nacional, a seguir à Galp, e a terceira maior importadora, em 2014, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Carlos Coelho no encerrramento da XVIII Conferência Human Resources
Marketeer
Dona da Louis Vuitton investe em marca optimista