Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Alemanha e Reino Unido são principal destino do Toyota Mirai

Toyota-Mirai-Europe-2

Os mercados alemão e britânico serão o foco das vendas do novo Toyota Mirai, o primeiro automóvel de produção movido a hidrogénio, com uma autonomia de 550 km. A Alemanha e o Reino Unido são os países que mais se destacam no desenvolvimento de infraestruturas de carregamento deste tipo de combustível que promete zero de emissões.

Os dois mercados receberam cerca de 90% da produção inicial para a Europa, segundo a Toyota, sendo que os primeiros exemplares chegaram no final do passado ano ao Japão. A marca nipónica pretende exportar entre 50 a 100 exemplares para o Velho Continente entre 2016 e 2017.

O seu preço inicial, sem impostos locais, é de 66 mil euros na Europa, sendo que, no entanto, a Toyota associará a este modelo um sistema de leasing de quatro anos, com uma mensalidade de 1200 euros na Alemanha e entre 816 e 1088 euros no Reino Unido. A economia é uma das mais valias deste tipo de combustível sendo que, no mercado germânico, encher o depósito do Toyota Mirai custa abaixo dos 45 euros, segundo a marca.

A Dinamarca é um dos mercados alternativos que se prepara para chegar às 12 estações de carregamento de automóveis a hidrogénio, país onde o leasing do Mirai chegará aos 1050 euros.

 

 

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Marketeer
Worten aponta ao mercado espanhol na Black Friday