Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Mercado europeu cresce 9,8% em setembro

Traffic Jam on the Highway

O mercado automóvel continua a recuperar de forma assinalável na União Europeia, com setembro a marcar o 25º mês consecutivo de crescimento em termos de vendas de automóveis novos. Em comparação com o mesmo mês de 2014, o crescimento registado foi de 9,8%, ao passo que no cômputo dos primeiros nove meses deste ano a subida é de 8,8%, ultrapassando já os dez milhões de unidades vendidas (10.413,675).

A recuperação económica dos países europeus (em especial os do sul) e a introdução de esquemas de subsídios para a substituição de veículos em fim de vida parecem estar a refletir-se no setor automóvel, com os principais mercados do Velho Continente a demonstrarem uma tendência de crescimento no que diz respeito à venda de automóveis novos.

De acordo com os dados mais recentes da Associação Europeia de Construtores Automóveis (ACEA), em setembro, o mercado português esteve em especial destaque, ao ser o segundo que mais cresceu em termos homólogos, com um aumento de 30,1%, apenas superado por Chipre (+43,6%), ainda que a expressão deste país em termos de mercado seja pouco relevante (menos de mil veículos comercializados).

Os outros mercados em destaque no mês de setembro foram os de Espanha (+22,5%), Itália (+17,2%), França (+9,1%), Reino Unido (+8,6%) e Alemanha (+4,8%), para um total de 1.356,868 automóveis ligeiros vendidos.

Nos primeiros nove meses de 2015, o aumento nas vendas foi de 8,8%, superando já os dez milhões de unidades comercializadas na União Europeia. Contudo, a ACEA destaca que estes valores continuam longe dos níveis anteriores à crise, com cerca de 12 milhões de unidades registadas em período idêntico no ano de 2007.

As subidas dos mercados são transversais aos principais mercados, com Espanha a subir 22,4% e Itália a crescer 15,3%, ao passo que outros países, como o Reino Unido (+7,1%), França (+6,3% e Alemanha (+5,5%) também cresceram, mas de forma mais suave. Irlanda (+30%) e Portugal (+28,7%), dois países muito afetados pela crise e pela necessidade de intervenção externa, surgem como aqueles que mais cresceram em 2015.

Faça download dos dados completos da ACEA em pdf e em exel.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Marketeer
IKEA vai financiar projectos que promovam o direito a brincar