Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Volkswagen aponta 800 mil veículos com emissões de CO2 irregulares

Aktives Zylindermanagement ACT A Volkswagen encontrou “inconsistências” nas emissões de dióxido de carbono (CO2) em diversos modelos da gama de algumas das suas marcas, nomeadamente VW, SEAT, Skoda e Audi, num número que pode chegar às 800 mil unidades. A marca revelou se encontra determinada na clarificação da situação referente aos seus motores diesel e indicou que, após “investigações internas foram detetadas irregularidades na determinação dos níveis de CO2”. O risco económico decorrente desses 800 mil automóveis potencialmente afetados ascende aos dois mil milhões de euros, numa estimativa que se prende com eventuais processos judiciais que poderão ser postos em marcha por proprietários de modelos da Volkswagen. Para a marca, no entanto, este caso reveste-se de grande importância no sentido de clarificar toda a situação com os seus motores, sendo que, desta feita, a marca alemã reconhece ter estabelecido valores de consumos e de emissões demasiado baixos. A maioria dos veículos indicados contam com motores diesel. “Desde o início que eu forcei uma clarificação extensiva e imparável dos eventos. Não vamos parar com nada ou ninguém. Este é um processo doloroso, mas é a nossa única alternativa. Para nós, a única coisa que interessa é a verdade. É a base fundamental para o realinhamento da Volkswagen”, referiu Matthias Müller, CEO da Volkswagen, que lamentou toda esta situação em nome do Conselho de Administração. A segurança dos veículos está assegurada, segundo a marca, com esta a empenhar-se agora na requalificação dos modelos em causa no que diz respeito ao CO2. A Volkswagen explica, ainda, que não tem uma dimensão precisa das irregularidades. Os modelos em causa serão aqueles que recorrem aos motores 1.4, 1.6 e 2.0 TDI produzidos a partir de 2012 e ao motor 1.4 ACT (com desativação de cilindros) a gasolina.]]>

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Marketeer
Utilizadores do Facebook assinam guia do Porto