Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Diretores independentes apoiam Ghosn contra governo francês

Carlos-Ghosn-Frankfurt-9-10-13 O conselho diretivo independente da Renault demonstrou hoje o seu apoio a Carlos Ghosn, CEO da Aliança Renault-Nissan, na sua disputa com o governo francês, criticando o aumento da percentagem acionista das autoridades gaulesas, o qual lhes garante direito de voto duplo no grupo. Desta forma, o Estado consegue exercer a sua influência sobre os destinos da Aliança. Esta jogada do governo francês levou a uma guerra entre Carlos Ghosn e o ministro da Economia Emmanuel Macron, que dura há praticamente sete meses. A agência Reuters noticiou que Macron terá pressionado o CEO da Aliança para que a Nissan se fundisse totalmente com a Renault seguindo os termos do governo francês, depois de este ano ter aumentado de 15% para 19,7% a sua presença na Renault de forma a travar a medida de um voto por ação proposta por Ghosn. Apesar de ter recuado e atualmente deter apenas 15% da marca francesa, o governo francês controlará cerca de 28% dos votos quando a lei francesa da duplicação do poder de voto for aprovada. O concelho directivo da Renault, constituído por 20 membros, reúne-se de emergência amanhã, sexta-feira, para planear qual o próximo passo nesta questão.]]>

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Xmas Work: chegou a ‘app’ que o vai ajudar a encontrar trabalho este Natal
Marketeer
Nesta cozinha há Lisboa e novos petiscos para partilhar