Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Porsche prepara aposta total no turbo

porsche-911-carrera-e-targa-1-1024x796 A Porsche revelou que os seus motores atmosféricos estão a chegar ao seu limite no que concerne ao  equilíbrio entre performance e eficiência, quando comparados com os mais recentes desenvolvimentos da tecnologia turbo, segundo Thomas Wasserbach, director da divisão responsável pelos motores boxer, em entrevista ao CarAdvice. O engenheiro explica que este tipo de blocos já não podem ser melhorados em termos de performance sem comprometer a eficiência e, consequentemente, as emissões de gases poluentes, a não ser que seja implementada a tecnologia turbo. Os motores 3.4 e 3.8 de seis cilindros, presentes na anterior geração dos modelos Carrera e Carrera S, foram, segundo Wasserbach, os últimos blocos a conseguir um bom balanço entre performance e eficiência, que o mesmo classifica como “necessários” para a Porsche. Na sua mais recente geração, estes desportivos estão equipados com um motor turbo 3.0 de seis cilindros que produz mais binário e potência, embora consumindo menos do que os seus antecessores. “For us, for Porsche, it is necessary to get more performance and at the same step better efficiency. These two go hand in hand and with naturally aspirated engine you are on the limit, when you want more performance what should you do? You can make more displacement but that’s not good for efficiency. You can rise up maximum speed of the engine? That’s also not good for efficiency… we are on the limit and no ideas to get more.” “Para nós, para a Porsche, é necessário ter mais performance e, ao mesmo tempo, maior eficiência. Estas duas variáveis andam de mãos dadas e os motores atmosféricos estão no seu limite, quando queremos mais performance o que podemos fazer? Podemos aumentar a cilindrada mas isso não é benéfico para a eficiência. Podemos aumentar a velocidade máxima do bloco? Isso também não é bom para a eficiência… estamos no limite e sem ideias para mais”, revela o executivo. Já no 911 Carrera, a Porsche decidiu disponibilizar um bloco 3.0 com 369 cv e 450 Nm de binário, enquanto no 911 Carrera S, o mesmo motor debita 420 cv e 500 Nm de binário. No entanto, os consumos diminuíram 0,8l /100 km e 1,0l/100 km, respetivamente.]]>

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Marketeer
Já é Natal lá fora… Conheça as primeiras campanhas