Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Mobilidade verde fará a França crescer mais 0,2%

Carregamento-ZoeA França poderá impulsionar o crescimento do seu PIB até mais 0,2% e criar cerca de 66 mil novos postos de trabalho até 2030, com a transição para a mobilidade verde a partir de automóveis elétricos e ou movidos a hidrogénio produzidas localmente, conclui um estudo da consultora Cambridge Econometrics, sobre o futuro do abastecimento de energia na Europa e o impacto económico da descarbonização automóvel em França. Já a implementação de tecnologias de veículos de baixas emissões de C02 permitirão uma redução nas importações de petróleo na ordem dos 5,9 mil milhões de euros ,em 2030. O projeto foi encomendado pela Fundação Europeia do Clima e realizado em colaboração com a Element Energy e Artelys que desenvolveram uma análise complementar, onde são consideradas as implicações e potenciais sinergias entre veículos elétricos. Os níveis de emissões de dióxido de carbono (C02) podem baixar 40%, em 2030 e face ao valores de 2105, e os de óxido de azoto  (NOx) pode cair 72%. As receitas anuais para o setor de refinação francês poderiam alcançar uma redução de 470 milhões de euros, enquanto as receitas para os produtores de eletricidade franceses obteriam ganhos na ordem dos 3.1 mil milhões de euros. A redução total em custos anuais de energia para toda a frota francesa em 2030 será na ordem dos 12.4 mil milhões de euros (cerca de 591 euros por condutor por ano) e o número máximo de veículos elétricos que podem ser produzidos sem desequilibrar a capacidade das fábricas é de 4 milhões em 2030. Diversas entidades participaram neste projeto, entre elas o Grupo Renault, cujo diretor de planeamento ambiental, Jean-Philippe Hermine, enfatiza em comunicado que os resultados deste estudo só espelham as boas decisões que o grupo tem tomado recentemente ao ter sido o primeiro fabricante europeu a mostrar interesse na mobilidade verde.]]>

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Marketeer
Utilizadores do Facebook assinam guia do Porto