Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Mercado abranda pelo segundo mês consecutivo

Mercado auto

O mercado automóvel nacional cresceu 14,6% em novembro, mas apresentou sinais de desaceleração pelo segundo mês consecutivo, acusando o efeito combinado das menores vendas ao rent-a-car, com o adiamento das decisões de compras de novos veículos para frotas, decorrente do clima de incerteza política que marcou a agenda até ao final do mês.

De acordo com os dados revelados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP), foram comercializados em Portugal 16.845 veículos automóveis ligeiros e pesados novos, o que representou um crescimento homólogo de 14,6%, mas uma desaceleração pelo segundo mês consecutivo face ao crescimento dos últimos meses.

As vendas acumuladas de janeiro a novembro somaram 196.318 veículos, ou seja, mais 25,6% do que em igual período de 2014. A ACAP salienta que, apesar do crescimento homólogo que tem vindo a ser observado, o volume de vendas de novembro situa-se 11,7% abaixo da média dos últimos quinze anos.

O mercado de veículos ligeiros (passageiros e comerciais) registou em novembro um crescimento homólogo de 14,8%,  somando 16.369 unidades. No total acumulado de janeiro a novembro o mercado de ligeiros cifrou-se em 192.458 unidades, o que correspondeu a um crescimento homólogo de 25,5%.

QUADRO-AUTOMOVEIS-NOV2015

Em novembro venderam-se 13.343 ligeiros de passageiros, ou seja, mais 13,9% do que no mês homólogo do ano anterior. No período de janeiro a novembro, as vendas totalizaram 165.329 unidades, o que se traduziu numa variação homóloga positiva de 26,3%.

No que respeita a veículos comerciais ligeiros, venderam-se 3026 unidades em novembro, um crescimento homólogo de 19,3%. Entre janeiro e novembro, o mercado acumulou 27.129 veículos, o que representou um aumento de 20,9% face ao período homólogo do ano anterior.

Com 476 unidades registadas em novembro, o mercado de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, cresceu 7,4% em relação ao mês homólogo do ano anterior. De janeiro a novembro as vendas situaram-se nas 3860 unidades, o que representou um acréscimo de 31,4%.

Volkswagen resiste

Por marcas, a Renault continua a manter o seu ímpeto de líder na frente da tabela dos veículos ligeiros de passageiros, com 1379 unidades vendidas em novembro, com uma subida de 1,1%, sendo de destacar, contudo, a resistência demonstrada pela Volkswagen às polémicas com os motores diesel, já que a marca germânica também cresceu face ao ano passado, na ordem dos 7,8%, com 1374 unidades vendidas em novembro. A Peugeot, terceira, vendeu 1255, num crescimento homólogo de 10,5%.

De janeiro a novembro, a Renault lidera destacada com uma subida de 24,1%, ou seja um total de 18.511 unidades vendidas, ao passo que a Volkswagen surge em segundo lugar, com um crescimento de 24,4%, com 15.852 unidades registadas no cômputo deste ano. A Peugeot fica em terceiro, com 15.422 veículos vendidos, numa subida de 29,3%.

Consulte os dados AQUI.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Marketeer
Conhece o segredo dos filmes de Natal para serem tão populares?