Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Os novos SUV e crossovers para 2016

A febre dos SUV não deverá abrandar no ano de 2016. As novidades são mais que muitas e traduzem-se num leque de modelos transversais a diversos segmentos e tipologias. De igual forma, assistir-se-á a uma profusão de novos lançamentos de veículos deste segmento por parte das marcas tradicionalmente mais conotadas com automóveis de luxo e desportivos.

Inevitavelmente o mercado espelhará também cada vez mais uma demanda pelas energias alternativas, do qual resultarão SUV híbridos ou 100% elétricos nos próximos anos.

Abarth 500X

fiat_500x_abarth_front_0

Além de uma versão Abarth do Fiat 124 Spider, a marca italiana pegará no 500x e criará uma versão desportiva, designada de Abarth 500X. Ao que tudo indica, o futuro concorrente do Nissan Juke Nismo RS e do Mini Countryman John Cooper Works usará o bloco de 1.75 litros do Alfa Romeo Giulietta QV e do 4C, mas numa versão a rondar os 200 cv.

A gama do 500X apresenta versões de tração dianteira e de tração integral, sendo que tudo aponta para que a versão Abarth se fica pela duas rodas motrizes, por uma questão de custos.

 

Bentley Bentayga

Bentley-Bentayga-12-1024x683

A Bentley apresentou ainda em 2015 o seu Bentayga como o SUV “mais rápido, mais potente, mais luxuoso e mais exclusivo” do mercado, dotando-o de diversos elementos para responder a esse mesmo epíteto. Equipado com um bloco W12 TSI de 6.0 litros e 608 cv de potência e 900 Nm de binário, o SUV promete um poder de aceleração dos 0 aos 100 km/h em 4,1 segundos, atingindo ainda os 301 km/h de velocidade máxima. O sucesso foi de tal ordem que as primeiras encomendas estão atualmente todas esgotadas. No futuro surgirão variantes Diesel e híbridas.

Saiba mais sobre o modelo, aqui.

Ford Edge

img_6177_0_0_0_0_0_0_0_0

Baseado no novo Mondeo e posicionado acima dos modelos EcoSport e Kuga, o novo Edge é visto no mercado como uma alternativa aos SUV Premium BMW X3 e Audi Q5. Todo o seu design interior e respetivas funcionalidades tecnológicas como o isolamento de ruído derivam do Mondeo e são de série.

Estará equipado com um bloco TDCi Diesel 2.0 de 188 cv e 207 cv, sendo que este último está apenas disponível com uma caixa automática de seis velocidades. As versões de equipamento dividem-se entre Trend, Sport e Titanium.

 

Hyundai i20 Active

HYUNDAI-i20-ACTIVE-1-1024x683

O novo Hyundai i20 Active conta com um design mais agressivo nos para-choques dianteiros e traseiros, face à versão anterior, e arcos de plástico nas rodas. Em termos de motorizações estará equipado com um bloco 1.0 T-GDI de três cilindros Turbo e injeção direta com potências de 100 cv e 120 cv. Um motor 1.4 de 100cv e um turbo de 90cv também farão parte da gama. Em termos de altura ao solo, a medida foi ampliada para que a posição de condução seja agora mais elevada e com uma capacidade de visibilidade superior.

 

Jaguar F-Pace

JAGUAR_FPACE_RSPORT_Location-04

O novo F-Pace é tido em conta pela Jaguar como o seu primeiro crossover de altas prestações que promete ir ao encontro dos amantes da condução e da versatilidade. De acordo com a marca, este novo modelo tem a sua forma inspirada no F-Type e no C-X17 Concept, tendo por base uma arquitetura de alumínio leve e mais rígida, com garantia de elevada agilidade, refinamento e eficiência.

A título de exemplo, a Jaguar indica que o modelo Diesel de 180 cv com tração traseira e caixa de velocidades manual pesa apenas 1665 kg, para um consumo médio de 4,9 l/100 km e emissões de CO2 na ordem dos 129 g/km.

Saiba mais sobre o modelo, aqui.

 

Kia Hybrid

kia_suv_front_0_0_0_0_0

Ainda sem grandes especificações, sabe-se que a marca sul-coreana Kia irá lançar este ano um crossover compacto híbrido na Europa. Deverá estar equipado com um motor 1.6 a gasolina aliado a um motor elétrico. Segundo a revista Auto Express, este não deverá ser o crossover híbrido mais eficiente ainda que o preço possa ser mais acessível que outros concorrentes no mercado.

 

Kia Sportage

kiasportage0051

O novo Kia Sportage apresenta um look completamente novo, com mais qualidade, mais tecnologia e eficiência. Tanto no interior como no exterior, o design deste SUV aparenta ter inspirações mais germânicas que asiáticas, sendo que existe ainda uma versão GT Line, apenas para clientes Sportage, com melhorias em termos de equipamentos, acabamentos e obviamente poder de condução.

Em termos de motorizações, a quarta e nova geração do Sportage está equipado com um novo bloco 1.0 ecoTurbo a gasolina de três cilindros aliado a uma transmissão de dupla embraiagem de sete velocidades. A sua cavalagem ainda não é conhecida, embora se esperem várias versões dos 100 cv para cima. O modelo irá entrar no mercado no primeiro trimestre deste ano.

Land Rover Discovery 5

O Land Rover Discovery 5 irá representar uma nova geração para o modelo uma vez que o Discovery 4 assemelhou-se muito a um facelift do Discovery 3. Segundo a marca será muito semelhante ao Range Rover em termos de conforto e qualidade ainda que seja um SUV mais familiar com mais opções de espaço e arrumação. Uma opção híbrida com motor Diesel e outra de sete lugares para off-road são possibilidades em cima da mesa.

 

Maserati Levante

65336-b-mas-1024x724

O primeiro SUV da marca italiana deverá fazer a sua estreia oficial já no próximo Salão de Detroit. Designado de Levante, este modelo contará com um preço que rondará os 100 mil euros na Europa, embora o modelo de topo em termos de equipamento e de motorização (V8) deva ascender aos 200 mil euros.

Assente numa aposta de expansão da gama, o Levante contará com uma série de motores V6 a gasolina e Diesel e um V8 a gasolina, todos eles produzidos pela Ferrari. As variantes a gasolina contarão com opções de 325 cv e de 425 cv, ao passo que as opções Diesel passam pelos 250 cv, 275 cv e 340 cv. Já a versão V8 a gasolina com 3.8 litros terá potência superior a 560 cv.

Mitsubishi Pajero Sport

pajero-sport-3

A filial tailandesa da Mitsubishi revelou a nova geração do Pajero Sport no Salão de Banguecoque. Este novo modelo da marca dos três diamantes apresenta imagem inspirada na linguagem estética já vista noutros veículos como o Outlander PHEV, com linhas dinâmicas e formato mais robusto, em especial quando observado de traseira.

A base é partilhada com o L200, do qual recebe também muitos dos elementos do interior, mas com maior atenção aos detalhes, oferecendo assim revestimentos mais cuidados e equipamento mais recheado.

Saiba mais sobre o modelo, aqui.

 

Renault Kadjar

kadjar

A versão adaptada ao mercado português do Renault Kadjar só irá chegar este ano, uma vez que o modelo europeu exigia o pagamento de portagens Classe 2 nas auto-estradas nacionais. A marca pretende que este seja um veículo de sucesso na sua gama em Portugal, anunciando por isso uma forte aposta em termos de marketing e comunicação.

O Kadjar apresenta-se como um crossover com duas versões diesel com emissões de CO2 de 99 g/km e será, em 2016, o primeiro automóvel Renault fabricado na China. Beneficia de design desportivo com as estruturas dos retrovisores e dos puxadores das portas na cor da carroçaria, assim como o contorno dos vidros, os faróis diurnos e as protecções das embaladeiras em cromado. No interior, o próprio tabliet também é cromado e a consola central surge decorada com dois frisos laterais. O tejadilho embora em vidro fixo com 1,4 mproporciona luminosidade ao habitáculo.

Saiba mais sobre o modelo, aqui.

 

SEAT Leon Cross Sport

Leon-Cross-Sport-front-studio-1

Ainda não se trata do modelo de produção, mas o SEAT Leon Cross Sport Show Car apresentado no Salão de Frankfurt oferece pistas decisivas para aquele que será o primeiro SUV compacto realista da marca de Martorell. Apresentado no certame alemão, o Leon Cross Sport SC combina o aspeto de um coupé de duas portas com a versatilidade proporcionada pela maior altura ao solo (mais 41 mm em relação ao Leon Cupra normal), proteções inferiores da carroçaria e tração integral permanente (AWD).

Saiba mais sobre o modelo, aqui.

Volkswagen Tiguan

DB2015AU01368_large

A Volkswagen revelou a nova geração do Tiguan, modelo que evidencia como principais características a sua maior eficiência e o incremento nas dimensões gerais.

A segunda geração do Tiguan afigura-se como o primeiro SUV do grupo a ter como base a plataforma modular MQB, sendo até 50 kg mais leve embora maior nas suas dimensões. Assim, o Tiguan é 60 mm mais comprido, 30 mm mais largo e 77 mm mais comprido na distância entre eixos (2681 mm). Única medida inferior é a da altura, com o novo modelo a ser 33 mm mais baixo.

Saiba mais sobre o modelo, aqui.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...