Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Kia Niro: A versatilidade alia-se à tecnologia híbrida

110216-2-kia

A Kia revelou a primeira imagem do seu novo SUV híbrido, o Niro, que promete acrescentar uma nota de elevada eficiência a este segmento, um dos mais concorridos a nível global.

Partilhando muitos dos seus dados técnicos com o Hyundai IONIQ, da marca do mesmo grupo, o novo Kia Niro será revelado no Salão de Chicago, sendo caracterizado pela marca sul-coreana como um ‘Hybrid Utility Vehicle’ (HUV). Com este modelo, a Kia aborda uma premissa de versatilidade não só de utilização mas também de condução, com uma vertente ecológica bastante vincada.

Projetado ao abrigo da submarca ecológica EcoDynamics, o novo Niro é o primeiro modelo da marca a tirar partido de uma plataforma integralmente nova, sendo um passo em frente no objetivo da marca de ter uma gama ‘verde’ em 2020.

Um dos pontos em que a Kia mais se empenhou no desenvolvimento do Niro foi na estética, com este modelo a pegar nos conceitos visuais dos mais recentes modelos e a aplicá-los num ‘invólucro’ que a marca caracteriza de imagem “não-híbrida”. O desenho deste modelo ficou a cargo do centro de estilo da marca na California (Estados Unidos da América) e Namyang (Coreia do Sul), com a Kia a salientar que “não é preciso a um condutor sacrificar o desenho emocional e a utilidade funcional em detrimento da eficiência”. Apesar das dimensões, o novo Niro conta com um coeficiente de arrasto aerodinâmico de 0.29 Cx.

O habitáculo também foi um dos elementos trabalhados pela Kia, com diversos pormenores modernos e reveladores do ADN da marca. Painel de instrumentos e mostradores simples e ‘limpos’, consola central simplificada e espaço ampliado a bordo são outras premissas apontadas pela Kia para este novo Kia, a par da redução das vibrações e ruído. As baterias de polímeros de lítio de 1.56 kWh estão colocadas sob os lugares traseiros para melhorar a habitabilidade e a carga da bagageira.

Este novo modelo recorre ao motor 1.6 GDI de quatro cilindros apresentado recentemente pelo grupo Hyundai – sendo também utilizado no IONIQ desta última – com 105 cv de potência, associado a um motor elétrico de 44 cv montado na transmissão, para um total de 146 cv de potência combinada. A potência é transmitida às rodas a partir de uma caixa automática de dupla embraiagem com sete velocidades de segunda geração, com a Kia a referir que se caracteriza por uma experiência de condução mais envolvente e diferente da oferecida pelas propostas idênticas equipadas com caixas CVT.

Apontando a valores de consumos e de emissões bastante baixos, a marca anuncia uma média de 89 g/km de CO2, algo que também é possibilitado pela plataforma mais leve e compacta, tendo sido especialmente desenvolvida para acomodar o sistema hibrido. A plataforma conta com 53% de Aço Avançado de Alta Resistência (AHSS), incluindo reforços nos pilares A, B e barras do tejadilho. A utilização de alumínio noutros elementos como o capot, portão da bagageira e nalguns componentes da suspensão permitiu conter ainda mais o peso. Nota, ainda, para a eliminação da tradicional bateria de 12 volts para reduzir o peso, sendo essa substituída na sua ação pela bateria de polímeros de lítio.

A marca promete que o Niro terá uma condução “divertida” e mais em consonância com os modelos convencionais com motor a combustão, tendo mesmo prestado maior atenção ao tato do pedal do travão, num trabalho que tem sido contínuo desde os Optima híbridos e do Soul elétrico.

Além do Niro, a Kia terá ainda em exposição no Salão de Chicago os novos Optima Hybrid (abaixo) e Plug-in Hybrid, duas variantes que se inserem na já referida estratégia EcoDynamics.

110216kia

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Airbus vai ter open day. Há 90 vagas para fábrica portuguesa
Marketeer
Trotinetes hive chegam à app Free Now