Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Como funciona o sistema híbrido T8 Twin Engine da Volvo (com vídeo)

Volvo XC90 T8 2016

O sistema híbrido plug-in (PHEV) T8 Twin Engine, que a Volvo estreou na nova geração do XC90 (foto) e que se estenderá por toda a gama 90, da berlina S90 à carrinha V90 (recém-apresentada em Genebra), combina um motor de combustão dianteiro 2.0 litros turbo de 4 cilindros em linha com 318 cv de potência e 400 Nm de binário, que transmite tração às rodas da frente, com um motor elétrico de 82 cv e 240 Nm, instalado por cima do eixo traseiro, proporcionando assim a possibilidade de tração integral 4×4, quando ambos os propulsores estão ativos.

O sistema está associado a uma caixa automática de oito velocidades liberta uma potência máxima conjunta de 400 cv e um binário de 640 Nm, garantindo ao XC90 T8 uma aceleração dos 0-100 Km/h em 5,9 segundos, fazendo deste gigantesco Volvo o SUV de 7 lugares o mais potente e ecológico do mercado.

O pcck de baterias de 9.2 kWh está localizado entre os dois eixos e pode ser totalmente recarregado, em quatro horas, numa tomada elétrica doméstica

5 modos de condução

O condutor tem à sua disposição cinco diferentes modos de condução, que podem ser selecionados através de um botão rotativo no centro da consola, ou através do ecrã táctil do sistema de infoentretenimento:

Modo híbrido (hybrid Mode) É o modo que o sistema utiliza por defeito e o mais apropriado para uma utilização no dia-a-dia. O sistema vai alternando automaticamente entre o motor de combustão e o elétrico, de forma a otimizar os consumos.

Modo 100% elétrico (Pure Electric Mode) Quando a bateria está totalmente carregada pode servir como única fonte de alimentação de energia, alimentando o motor elétrico do eixo traseiro. Neste modo 100% elétrico, o XC90 T8 tem uma autonomia de 40 quilómetros, numa velocidade máxima de 75 km/h, mais do que suficiente para garantir os trajetos normais de casa-emprego-casa da maioria das pessoas. E graças ao sistema de recuperação de energia nas travagens e desacelerações, este modo é o mais eficiente no tráfego de pára-arranca normal das grandes cidades. Se em qualquer altura for necessária energia extra, o sistema aciona automaticamente o motor de combustão.

Modo Potência (Power Mode) Combina as potências dos mores elétrico e de combustão. No arranque, este modo tira partido da melhor resposta do motor elétrico, que disponibiliza quase instantaneamente o seu binário, recorrendo depois ao motor de combustão para um boost extra, garantindo-lhe melhor potência e maiores velocidades de ponta.

Tração integral 4×4 (AWD Mode) Neste modo a tracção 4×4 é permanente.

Modo Poupança (Save Mode) Se a bateria estiver totalmente carregada, este modo permite ao condutor congelar a carga para a poder utilizar, mais tarde, no modo 100% elétrico. Por outro lado, se a carga da bateria estiver em baixo, este modo permite usar o motor de combustão parta carregar a bateria até um certo nível, para poder ser usada mais tarde em modo 100% elétrico,

 

Veja no vídeo como funciona o sistema

[youtube height=”HEIGHT” width=”WIDTH”]PLACE_LINK_HERE[/youtube]

 

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...