Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Borgward inicia comercialização na China em abril

Borgward-BX-7-5

A ressuscitada Borgward continua na senda da reimplementação no mercado e prepara o lançamento comercial do BX7, um SUV que será primeiramente vendido na China já a partir do próximo mês.

Após a revelação do BX7 no Salão de Frankfurt do ano passado e dois novos concepts no Salão de Genebra deste ano, a marca germânica prepara o próximo passo da sua estratégia no regresso ao ativo, com a venda do BX7 após o Salão de Pequim, na China, em abril.

Numa primeira fase, a Borgward está essencialmente direcionada para os mercados emergentes, daí a sua apresentação no Salão de Pequim e posterior lançamento local, mas também está previsto o seu lançamento em mercados como o Indiano.

Para suportar a expansão da gama, a marca prepara, depois, o surgimento de novos modelos para completar a gama, sendo os dois protótipos apresentados em Genebra dois indícios do que se seguirá em termos de produto para a marca que em 1961 deixou de produzir automóveis.

Em comunicado, a marca Alemã anunciou que a fábrica Chinesa de Pequim está pronta para dar início à produção, com expetativas iniciais a rondarem os 160.000 veículos, ainda que numa fase posterior possa chegar aos 360.000 veículos por ano. Ainda de acordo com a Borgaward, foram já assinados 100 acordos de exploração de concessionários na China, embora o objetivo seja elevar esse número ao longo dos próximos anos, com potencial para a duplicação (200 pontos de venda em 2017).

O mercado Europeu será também uma prioridade para a Borgward, mas apenas numa segunda fase, prevendo-se a implantação de uma fábrica na Alemanha, para produção no Velho Continente, tanto mais que esta é uma marca com larga tradição naquele país. Para a sua recuperação em termos comerciais, a Borgward conta com o apoio financeiro da Chinesa Beiqi Foton Motor, que irá assim auxiliar a alavancagem da marca nesta fase delicada.

Com um objetivo de vendas anual de 500 mil unidades a médio prazo, a Borgward pretende também apostar em tecnologias híbridas e elétricos.

O Borgward BX7 estará disponível com um bloco 2.0 turbo de 224 cv e caixa de sete velocidades de dupla embraiagem e ainda numa versão Plug-in híbrida com o mesmo motor que a versão original, combinado com uma unidade elétrica, sendo que juntos debitam um total de 401 cv, para uma autonomia de 55 km no modo puramente elétrico.

Num sentido semelhante, a marca trabalha em parceria com a FEV para o desenvolvimento da tecnologia elétrica, estimando uma autonomia aumentada para valores em redor dos 250 quilómetros.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...