Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Novo Opel Astra Sports Tourer

2016 Opel Astra Sports Tourer

O mais recente membro da família Astra está quase a chegar. Ainda com os ecos bem presentes de dois prémios bastante importantes (Carro do Ano/Volante de Cristal e Carro do Ano Europeu) que reforçam a importância e o passo em frente dado pela Opel com o novo Astra, a marca alemã reforça a gama com a chegada da carrinha Astra Sports Tourer, cuja versão de acesso, assente no motor 1.0 Turbo de 105 cv, se faz a partir dos 21.820 euros.

Com chegada prevista para o mês de abril, este novo modelo da marca germânica replica os pontos fortes da versão mais compacta agora num conceito mais versátil e espaçoso. Estes são, efetivamente, os dois ideais-chave na definição do novo Astra Sports Tourer, automóvel que se afigura como herdeiro de uma linhagem de nove modelos de enorme relevância e que, desde o lançamento do Kadett A CarAvan (em 1963) conta já com um total de 24 milhões de unidades comercializadas divididas entre Kadett e Astra.

Mais leve e mais espaçoso

Tal como o modelo compacto, esta carrinha Astra Sports Tourer tem por base uma arquitetura mais evoluída que pode levar a uma redução de peso até 190 kg em comparação com a versão equivalente da geração anterior. O caso mínimo de ‘dieta’ é de 110 kg, aponta a Opel. Tudo isso foi alcançado graças à utilização de aços resistentes e ultrarresistentes e a modificações ao nível das suspensões dianteira e traseira, entre outras medidas. A Astra Sports Tourer de entrada na gama pesa 1188 quilos (sem o condutor), sendo que, naturalmente, a redução de peso repercute-se na eficiência – consumindo e emitindo menos – e na dinâmica de condução.

2016 Opel Astra Sports Tourer

Por outro lado,  o foco da Sports Tourer está na maior capacidade de bagageira, com 540 litros disponíveis com os cinco lugares colocados e 1630 litros com o rebatimento dos encostos dos bancos traseiros em proporção 40/20/40. O patamar de carga é baixo e, para complementar o leque de tecnologias úteis para o quotidiano, o Astra Sports Tourer pode receber abertura do portão traseiro por via elétrica e remota, associado ao sistema Open&Start, o qual permite abrir ou fechar a tampa da bagageira a partir do interior (total ou parcialmente) ou remotamente. O mesmo sistema pode ser ativado com a simples passagem do pé sob o para-choques traseiro, com os sensores aí colocados a ‘abrirem’ a mala. Caso detete uma obstrução, o sistema para de imediato o seu movimento.

Com um comprimento de 4702 mm, 1871 mm de largura (com espelhos rebatidos) e 1510 mm de altura, o novo Astra Sports Tourer ganhou no capítulo da habitabilidade, com mais 26 mm de altura à frente e 28 mm em espaço para as pernas atrás. Tal foi conseguido, parcialmente, graças a um interior mais compacto e à generosa distância entre eixos, de 2662 mm.

Bloco 1.6 BiTurbo em destaque

A gama de motores será composta por unidades a gasolina e gasóleo da mais recente geração de blocos da marca alemã, com potências entre os 105 cv e os 200 cv, para consumos de 3,4 a 6,2 l/100 km e emissões de 89 a 142 g/km. Pelo meio estarão os essenciais diesel 1.6 BiTurbo CDTI de 110 cv, 136 cv e de 160 cv, sendo este último uma novidade absoluta, cujo funcionamento se revela tremendamente agradável.

2016 Opel Astra Sports Tourer

Desenvolvido para ser mais compacto e mais eficiente, este bloco debita 160 cv de potência e 350 Nm de binário máximo logo a partir das 1500 rpm. Na prática, isto quer dizer que o bloco bi-turbo revela enorme vigor desde muito baixas rotações, com acelerações vigorosas e recuperações igualmente muito competentes que evidenciam a competência dinâmica do chassis. Sendo um motor ‘cheio’ em baixos regimes, a já referida elasticidade faz com que se torne fácil de explorar ainda numa faixa muito primária de rotações, permitindo igualmente dinamizar as recuperações sem recurso excessivo à caixa, sem que o motor CDTI apresente queixumes de maior. A caixa manual de seis velocidades mostra escalonamento acertado e facilidade de manuseio, sendo assim uma boa aliada da condução.

Tecnicamente, o bloco BiTurbo CDTI conta com injeção direta ‘common rail’ e sistema de sobrealimentação com dois turbocompressores. A primeira turbina é de geometria variável e assegura a prontidão das respostas nas rotações mais baixas, ao passo que a outra é utilizada em rotações mais elevadas. Face a isso, precisa de apenas 8,1 segundos para recuperar de 80 a 120 km/h, ao passo que a velocidade máxima é de 220 km/h. Estes números são idênticos aos do anterior motor de 2.0 litros. Paralelamente, o primeiro contacto revelou igualmente um motor com funcionamento suave e pouco sedento, com médias na casa dos cinco litros, mesmo após ritmos um pouco mais elevados em estradas de montanha no Douro vinhateiro. Com sistema Start/Stop e pneus de baixa resistência ao rolamento, a marca aponta um consumo médio de 4,1 l/100 km.

O rigor da ‘dieta’

No que diz respeito ao comportamento, esta carrinha não deixa os seus créditos por mãos alheias, com facilidade de inserção em curva mercê de uma sensação constante de agilidade. Uma vez mais, a redução de peso a fazer-se sentir, tal como sucede no modelo compacto. A título de curiosidade, a versão equipada com o 1.6 BiTurbo CDTI pesa menos 150 kg do que a equivalente versão 2.0 CDTI da geração anterior.

2016 Opel Astra Sports Tourer

Ainda na gama deste modelo contam-se versões do 1.6 CDTI com 110 cv de potência (consumo médio de apenas 3,4 l/100 km e emissões de 89 g/km de CO2) e de 136 cv (média de 3,8 l/100 km e 101 g/km de CO2 de emissões).

Do lado da oferta a gasolina, a Opel apresenta o motor em alumínio 1.0 Turbo de três cilindros com 105 cv, o 1.4 Turbo de quatro cilindros com 150 cv e o topo de gama 1.6 Turbo com 200 cv, todos da nova geração de motores da marca alemã. Destaque, também, para esta última unidade 1.6 Turbo, com injeção direta e 200 cv de potência, capaz de entregar 300 Nm (em overboost) de binário, afirmando-se como a versão mais potente e mais veloz da nova geração Astra.

Entre as tecnologias de relevo deste novo Astra Sports Tourer encontram-se os faróis IntelliLux de Matriz LED, uma novidade que permite maiores capacidades de iluminação sem preocupações para o condutor, além dos sistemas IntelliLink de conectividade e infoentretenimento (com ligação aos smartphones) e OnStar, a mais recente novidade em termos de assistência à condução com validação de segurança. Também neste campo, nota para o sistema Opel Eye de última geração com capacidade para controlar a distância para o veículo precedente, a manutenção do veículo na faixa de rodagem e leitura dos sinais de trânsito.

Quanto a preços, como já atrás foi escrito, os mesmos iniciam-se nos 21.820 euros para o 1.o Turbo de 105 cv e nos 25.570 euros para o 1.6 CDTI de 110 cv, sendo que o motor 1.6 BiTurbo tem chegada posterior à da carrinha. Assim, o novo bloco diesel chegará ao mercado – tanto na carrinha como no compacto – em junho. Para a versão 1.6 Turbo Ecotec a gasolina será preciso esperar um pouco mais, até outubro, data em que será lançado na gama Astra.

2016 Opel Astra Sports Tourer

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...