Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Volvo está confiante de que poderá travar fatalidades nos seus veículos

The new Volvo XC90

Um dos pilares estratégicos para a Volvo a médio-prazo passa pela ambiciosa eliminação de acidentes rodoviários fatais para os condutores dos seus modelos. A marca Sueca estabeleceu o ano de 2020 como prazo-limite para garantir que nenhuma pessoa morria a bordo dos seus automóveis, num objetivo arrojado mas que, de acordo com o responsável do Centro de Segurança da Volvo Cars, Jan Ivarsson, está próximo de se tornar uma realidade.

Numa entrevista ao site Australiano Caradvice, Ivarsson estabelece que os mais recentes avanços tecnológicos no capítulo da segurança irão tornar este objetivo mais realista e no prazo previsto de quatro anos.

“É uma visão que ao falar de fatalidades e ferimentos graves em 2020 não tenhamos ninguém morto ou seriamente ferido num novo carro da Volvo. Essa é a nossa visão para o futuro. Estabelecemos este plano em 2007-2008 e foi também comunicado para o exterior da companhia e esta é uma direção muito precisa e fácil de perceber”, referiu o responsável.

“O plano foi lançado pela administração e tem sido uma direção que nos tem guiado a todos, desde Hakan Samuelsson [CEO da Volvo Cars] até aos elementos do design. É claro que é muito desafiante. Como sabem, estamos a trabalhar nessa direção e temos imensa pesquisa para nos ajudar nesse objetivo”, acrescentou, lembrando sistemas como a travagem automática em cidade, mas que também pretendem lançar novos sistemas em breve como fizeram com o XC90.

Neste sentido, destacou os sistemas de prevenção de acidentes e mitigação de acidentes, bem como o Pilot Assist, mas deixou a garantia de que “vamos lançar mais e mais tecnologias para alcançar a nossa missão”.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Sushi At Home troca embalagens de plástico por cartão