Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Como a Ford se preparou para o ‘infernal’ Paris-Roubaix de ciclismo

Os ciclistas chamam-lhe “O Inferno do Norte”. A prova de ciclismo Paris-Roubaix é uma das mais difíceis do calendário com um combinação de percurso longo (quase 260 quilómetros) e pisos bastante exigentes, com troços com muitos buracos e 50 quilómetros em empedrado.

A Paris-Roubaix é não só dura para os 200 corredores e suas bicicletas, como também para os carros de apoio como o Ford Mondeo da Team Sky que percorreu as estradas no norte de França durante seis horas. Como todos os veículos Ford para a Europa, o Mondeo da Team Sky foi submetido a testes no centro de ensaios de Lommel, na Bélgica, para suportar as estradas mais duras. Ali, os veículos são postos à prova num total de 80 quilómetros de pistas.

As instalações de testes de Lommel contam com mais de 100 superfícies extremas e uma imponente estrada com 1.9 quilómetros que recria alguns dos piores buracos e outros obstáculos de todo o mundo, incluindo o empedrado francês como o da prova Paris-Roubaix.

Team_Sky_Mondeo_2_thumb

Os engenheiros da Ford equiparam o Mondeo da Team Sky com molas e suspensão mais rígidas para ajudar a completar a época de competição transportando mais de 400 quilos de peso extra, incluindo três elementos da equipa, nove bicicletas, cinco rodas suplentes, mais de 50 garrafas de água, ferramentas e até uma geleira grande.

Especificamente para o evento de Paris-Roubai, que se disputou ontem, foram adicionados 20 milímetros na altura ao solo para enfrentar melhor o difícil terreno. Sob o veículo foram colocadas chapas de alumínio com 5 milímetros para protecção do motor, dos tubos dos travões e do diferencial de detritos ou pancadas.

A carrinha Mondeo da Team Sky está também equipada com a tecnologia de Tracção Total Inteligente da Ford. O sistema mede a aderência dos pneus à estrada e pode ajustar a distribuição do binário entre as rodas dianteiras e traseiras em menos de 20 milissegundos, vinte vezes mais rápido que um piscar de olhos, para enfrentar superfícies escorregadias.

A tecnologia de Controlo Contínuo do Amortecimento com Mitigação de Buracos ajusta a suspensão do Mondeo da Team Sky se detectar que uma roda caiu num buraco e pode ajudar a proteger a suspensão de possíveis danos.

De resto, a prova velocipédica foi ganha por Matthew Hayman (Orica-GreenEdge), surpreendendo aos 37 anos naquela que, como já se percebeu, é uma das mais rigorosas competições de ciclismo profissional do Mundo.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...