Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Grupo FCA mantém interesse em fusão com outro construtor

John Elkann, marchionne

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) continua empenhada na sua ‘missão’ de encontrar uma marca parceira para o desenvolvimento de novos produtos, naquela que é uma das grandes ‘lutas’ de Sergio Marchionne, o atual CEO do grupo ítalo-americano, mas que é também uma visão partilhada pelo executivo máximo da companhia, John Elkann.

Este responsável voltou a enfatizar a importância de encontrar uma companhia para efetuar uma fusão de forma a reduzir os custos de desenvolvimento, produção e lançamento de novos modelos, numa poupança que poderia ascender aos 10 mil milhões de dólares por ano.

Numa carta enviada aos acionistas da Exor SpA, companhia de investimento que atualmente controla a FCA, a que o site Automotive News Europe teve acesso, a possibilidade de poupança ganha contornos “muito interessantes” numa perspetiva a longo-termo numa fase em que a grande maioria dos construtores automóveis vão apostando em novas tecnologias, como a condução autónoma ou conectividade entre veículos. Ainda assim, Elkann acredita que até 2030 o grande foco da indústria automóvel estará na venda de automóveis a clientes particulares.

fca-usPara o executivo da FCA, que segue as pisadas de Marchionne no que à visão de uma fusão diz respeito, mesmo num cenário altamente “disruptivo”, cerca de 85% dos veículos no ano de 2030 continuará a necessitar de um condutor, citando dados extraídos de uma consulta da consultora McKinsey & Co, ao mesmo tempo que os lucros das empresas automóveis deverão igualmente crescer, não obstante um previsível aumento dos custos de desenvolvimento associados a novas tecnologias.

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...