Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Fiat Chrysler vê Toyota, VW e Ford como parceiros ideais

?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
Sergio Marchionne, CEO do Grupo FCA Fiat Chrysler

Toyota, Volkswagen e Ford são os únicos potenciais candidatos a uma fusão com a FCA Fiat Chrysler, depois de fracassadas as tentativas de uma união com a General Motors, assegurou o CEO da FCA, Sergio Marchionne, à margem da assembleia-geral de acionistas do grupo, em Amsterdão.

Marchionne vem insistindo na necessidade de fusão entre os grandes players da indústria automóvel, como forma de reduzir os custos proibitivos de desenvolvimento da próxima geração de automóveis tecnologicamente avançados, ligados à internet, com capacidades de condução autónoma e que poluam menos, combinando eficientes motores convencionais de combustão com novos sistemas de propulsão com zero emissões.

“A porta para uma fusão nunca esteve fechada e a necessidade de consolidar o setor não desapareceu”, disse. Segundo estimativas da própria FCA, a fusão com outro grupo automóvel permitiria uma poupança com sinergias de custos estimada em 10 mil milhões de dólares por ano.

Para o CEO do grupo, o grupo automóvel coreano Hyundai-Kia também está entre os grandes players do setor e haveria sinergias suficientes para justificar uma fusão, mas o problema ´que “os coreanos não querem casar com ninguém”. Na Coreia, a Samsung Auto já está integrada no grupo Renault e a SsangYong é demasiado pequena em termos globais.

Na ausência de um parceiro para a fusão, Marchionne, cujo mandato como CEO da FCA termina em 2018, tem focado os seis esforços no ambicioso plano de investimentos do grupo, relançando as marcas Jeep, Alfa-Romeo e Maserati e na diminuição do endividamento, com o objetivo de voltar a distribuir dividendos aos acionistas a partir de 2018.

 

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
58% dos profissionais de Marketing e Vendas procura novo emprego