Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Sismo no Japão pode custar 245 milhões de euros à Toyota

TOYOTA MANUFACTURING FILE

A Toyota Motor Corp. pode ver os seus lucros operacionais para este primeiro trimestre do ano reduzidos em cerca de 30 mil milhões de ienes (244,8 milhões de euros) devido aos violentos sismos que têm atingido o sul do Japão.

A razão prende-se com o facto do abastecimento de componentes automóveis ter sido interrompido deixando assim o maior fabricante do mundo na impossibilidade de produzir os seus veículos.

De acordo com um relatório de Koichi Sugimoto da Mitsubishi UFJ Morgan Stanley, de Tóquio, e citado pelo Automotive News, as perdas de produção para a Toyota e Lexus poderão chegar às 56 mil unidades e às 7500 para a Daihatsu.

 

Os turnos de produção nas fábricas da Toyota em Kyushuna pararam na semana passada e outras linhas de montagem deverão também parar nos próximos dias, informou a empresa em comunicado.

Desde que os sismos atingiram o Japão na quinta-feria passada (14 abril) várias fábricas tiveram de encerrar a produção e suspender o fornecimento de empresas como a Aisin Seiki (motores e componentes automóveis), a Renesas Electronics e a Mitsubishi Electric (chips) ou a Honda (motos).

 

O desafio para a Toyota – que já viu as ações cair 27% desde o início do ano – será maior que para outras empresas japonesas já que depende bastante mais dos produtores nacionais do que os seus pares. No ano passado, a Toyota e afiliados produziram mais de 4 milhões de veículos no Japão, 40% do total global – para a Nissan, por exemplo, a sua produção em território nipónico representou 17% do total global e para a Honda 16%.

toyota-prius-shipping

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
58% dos profissionais de Marketing e Vendas procura novo emprego