Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Portugueses vêem conectados como algo reservado a tecnófilos

transito carros condução

Segundo um estudo realizado pelo Observador Cetelem, 88% dos portugueses consideram que a viatura conectada é algo reservado a tecnófilos.

A maioria, no entanto, admite que o automóvel conectado é um verdadeiro progresso em termos de conforto e condução (89%) e um meio de ganhar tempo (89%).

Este estudo procurou saber, junto dos automobilistas portugueses, quais os conceitos mais associados aos conectados, entendidos como veículos equipados com ferramentas e ligações integradas que permitem comunicar com o exterior.

A análise mostrou ainda que 83% dos automobilistas portugueses têm consciência de que a viatura conectada significa um aumento do preço –  contudo, identificam maioritariamente vantagens: a viatura conectada é um verdadeiro progresso em termos de segurança (79%), em termos de diversão (79%) e constitui o veículo ideal (78%).

Apenas 34% dos portugueses vêem este novo automóvel como algo de inquietante.

Em termos globais, a viatura conectada aparece associada a noções muito positivas: 83% dos automobilistas mundiais vêem este novo veículo como um verdadeiro progresso em termos de conforto e condução e 81% como um ganho de tempo.

Mas, tal como os portugueses, também os automobilistas dos restantes 14 países em análise mostram uma certa preocupação com o aumento do preço: 78% consideram que a viatura conectada rima com um custo mais elevado.

 

Os inquéritos de campo ao consumidor foram conduzidos pela TNS Sofres, durante o mês de julho de 2015, em quinze países (África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Japão, México, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia).

No total, foram questionados mais de 8.500 proprietários de uma viatura adquirida nos últimos cinco anos.

As análises económicas e de marketing, bem como as previsões foram efetuadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...