Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Honda NSX já com kit de tuning na calha

2017 Acura NSX

Sem ainda ter chegado ao mercado, o novo Honda/Acura NSX tem já em preparação um kit de preparação para lhe conferir maior potência. A autoria desse kit será da Hennessey Performance, que tratará de modificar alguns parâmetros do novo superdesportivo Japonês.

Contando com um elaborado esquema técnico que assenta em tecnologia híbrida, o NSX de nova geração afigura-se como um modelo de elevadas prestações, mas a Hennessey Performance está já a desenvolver um leque de modificações que visam extrair mais potência do bloco V6 bi-turbo sem, no entanto, proceder a qualquer alteração do motor elétrico.

Recorde-se que este Honda (vendido nos Estados Unidos da América como Acura) conta com um sistema Super Handling – All Wheel Drive (SH-AWC) que, na prática, adiciona ao motor a combustão montado atrás mais três motores elétricos, dois no eixo da frente (um para cada roda) e outro em associação ao bloco V6 para o ajudar no campo das prestações. No cômputo total, o NSX apresenta uma potência combinada de 573 cv, para uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em redor dos três segundos.

Em declarações à revista Britânica Top Gear, o mentor da empresa que concebeu o roadster mais veloz do Mundo, John Hennessey, explicou os seus planos: “Quando comecei há 25 anos modifiquei um Mitsubishi e, pouco depois, proprietários do NSX original vieram falar connosco para nos perguntar se os seus carros poderiam ser modificados. Devemos ter alterado pelo menos uns 200”, começou por dizer, mostrando-se expectante quanto à chegada do novo modelo.

“Queremos mesmo modifica-lo quando chegar. Os clientes que servimos com o antigo querem que nós também preparemos o novo. Não querem ser batidos por amigos com os meus [McLaren] 675LT e [Ferrari] 488 GTB”, acrescentou, mencionando dois rivais de monta que o novo NSX terá de enfrentar para se impor no concorrido e exigente segmento dos superdesportivos.

Quanto a alterações, tudo no motor térmico, esclarece. Atendendo à complexidade da unidade híbrida, Hennessey quer, sobretudo, retirar mais potência do motor V6 a combustão, explicando que “é tudo acerca de melhorar a eficiência” e que não haverá margem para grandes ‘loucuras’ técnicas. Ao invés, aposta num ganho entre os 50 a 100 cv. “Penso que é isso que os nossos clientes vão querer”, argumentou.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...