Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Mais eficiente e avançado: Volkswagen revela novo motor 1.5 TSI evo

VW TSI

Numa batalha feroz pela redução das emissões poluentes e dos consumos, as marcas automóveis têm levado a cabo uma série de medidas técnicas que procuram tornar os seus modelos mais eficientes e ambientalmente sustentáveis. Uma das medidas, teoricamente mais simples e capaz de oferecer resultados com relativa eficácia, passa pela redução do peso total, mas no campo das motorizações a aplicação de um turbo tem permitido o cumprimento de grandes progressos na área do incremento das performances com a redução de consumos e emissões.

Neste cenário, a Volkswagen revelou a sua mais recente geração de motores a gasolina TSI evo de 1.5 litros, denominada EA211 TSI que inicialmente estará disponível em dois níveis de potência – 130 cv e 150 cv, o primeiro dos quais com 200 Nm de binário logo às 1300 rpm.

Uma das premissas inovadoras deste modelo é a aplicação de um turbo de geometria variável (TGV), uma solução que até aqui tem sido mais corrente nos motores diesel e nos motores a gasolina de marcas mais exclusivas. Por exemplo, a Porsche, do mesmo grupo, apresentou no mais recente 718 Cayman e Boxster um motor a gasolina com técnica TGV idêntica.

A Volkswagen garante que este novo 1.5 TSI é até 10% mais eficiente em termos de consumo do que o anterior 1.4 TSI de 125 cv, graças a uma série de soluções técnicas mais avançadas, como a cabeça dos cilindros mais elaborada para melhor se incorporar no Ciclo Miller de combustão. O coletor de escape está integrado na cabeça dos cilindros enquanto o sistema de desativação de cilindros também foi melhorada, surgindo agora em todas as variantes deste motor.

Mas as inovações técnicas não se ficam por aqui: a marca estreia a quarta geração do sistema de injeção direta com pressão até 350 bar, o que permite reduzir substancialmente o volume das emissões de partículas nocivas para a atmosfera. A sua introdução nas gamas das marcas do Grupo Volkswagen deverá iniciar-se já no final deste ano.

De forma interessante, a Volkswagen revela na sua apresentação deste motor que o kit de engenharia do novo bloco EA211 tem uma variedade de utilizações que lhe irão conferir uma importância relevante no seio da marca. Ou seja, graças ao novo conjunto de instrumentos, este motor pode ter três ou quatro cilindros, injeção multiponto ou direta, com ou sem turbo, de 1.0 litro a 1.5 litros e com potências entre os 60 cv e os 180 cv. Além disso, numa importante mais-valia de versatilidade, o bloco EA211 pode ser utilizado em Plug-in híbridos (PHEV).

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
58% dos profissionais de Marketing e Vendas procura novo emprego