Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Ferrari 308 GTE: A ‘salvação’ como elétrico

Sergio Marchionne, presidente da Ferrari, prometeu que a marca Italiana se manteria arredada dos veículos puramente elétricos, mas isso não impede outras companhias de se aventurarem nesta tecnologia utilizando carroçarias da Ferrari. Na verdade, a história por detrás deste 308 GTS é um pouco mais complexa, já que o modelo em questão, original de 1978, ficou praticamente destruído na sequência de um incêndio no motor.

Depois de ter sido desprovido dos restantes componentes, este 308 GTS foi adquirido pela Electric GT, uma companhia Norte-Americana especializada em veículos elétricos, que tratou de colocar três motores elétricos no lugar do anterior V8, sendo mesmo mais potente do que a versão original (415 cv de potência) e com 447 Nm de binário. Os motores elétricos foram, depois, acoplados a uma caixa manual de cinco velocidades proveniente de um Porsche.

Para alimentar os motores elétricos, a Electric GT optou por um conjunto de baterias de 28.5 kWh com uma autonomia para um máximo de 160 quilómetros, nas condições de utilização mais adequadas. Mas no futuro, deverá surgir uma bateria de 75 kWh, mais potente. No final, o GTS passou a GTE como forma de reconhecimento do método elétrico agora disponível para este modelo.

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...