Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Suzuki Baleno já disponível a partir dos 13.414 euros

Construído com base na experiencia da Suzuki no desenvolvimento de veículos compactos há mais de 60 anos, o novo Baleno é apontado pela própria marca “como um marco para uma nova era”. No desenvolvimento do Baleno a Suzuki pretendeu transportar o novo compacto para um patamar mais elevado, aperfeiçoando as competências utilizadas no desenvolvimento do bem-sucedido modelo da sua estratégia global, o Swift.

Com um design desenvolvido sob o tema “Linhas Fluídas”, carroçaria compacta, interior espaçoso e motorizações eficientes, além de uma plataforma de nova geração, o Baleno procura oferecer uma nova experiência em termos de utilidade, manobrabilidade, desempenho e eficiência de combustível. O Baleno terá capacidade para cinco pessoas, com a Suzuki a declarar para este modelo “um generoso espaço para os ombros na frente e para as pernas na traseira”.

Um visor a cores LCD de 4.2 polegadas no painel de instrumentos disponibiliza informações do veículo, como as forças G, consumos, potência e binário do motor. O sistema de navegação disponibiliza uma ligação áudio a Smartphone (SLDA) com um ecrã ‘touch’ de 7 polegadas, que também permite visualizar a traseira do veículo pela câmara traseira.

O novo Baleno conta com uma plataforma de nova geração, com maior rigidez e peso reduzido, aliando eficiência e dinâmica a níveis de segurança e performance mais elevados (devido ao menor peso)., mas destaca-se também pelo novo motor turbo de injeção direta 1.0 Boosterjet e um motor 1.2 Dualjet SHVS (Smart Hybrid Vehicle by Suzuki). O primeiro, de um litro, trata-se de um bloco capaz de debitar 111 cv de potência e 170 Nm de binário (entre as 2000 e as 3500 rpm), para um valor de emissões de 103 g/km de CO2. O motor 1.0 Boosterjet está disponível com caixa manual de cinco velocidades otimizada (com seletor de velocidades especialmente projetado para reduzir as perdas por atrito) e caixa automática de seis velocidades.

Outra novidade é o motor a gasolina 1.2 Dualjet, de injeção dupla com melhor eficiência térmica, que pode integrar o sistema híbrido moderado SHVS. Este recorre a um Gerador de Arranque Integrado (ISG- Integrated Starter Generator) para auxiliar o motor durante a aceleração e também para gerar eletricidade através de travagem regenerativa. O sistema utiliza também uma bateria de iões de lítio compacta, de elevado desempenho, colocada sob o banco dianteiro para armazenar energia. No novo Baleno, o sistema SHVS contribui para a Suzuki atingir o seu objectivo ao nível das emissões de CO2 – 93 g/km – e um consumo de combustível de 4 litros aos 100km, adicionando apenas 13.2 kg ao seu peso total. A potência é de 90 cv.

O motor 1.2 Dualjet pode ser equipado com a mesma caixa de cinco velocidades que esta disponível no motor 1.0 Boosterjet ou com uma transmissão variável continua.

Entre o equipamento, realce para o ecrã a cores multi-informação, cruise control ativo com limitador e um monitor de Smartphone Linkage áudio compatível com a Apple CarPlay.  Para aumentar a segurança, conta com Travagem de Emergência Autónoma (RBS) e seis airbags.

O novo hatchbak vai ser produzido na India, pela Maruti Suzuki, uma das bases de produção da Suzuki a nível global, iniciando-se agora a sua comercialização em Portugal, com preços a partir dos 15.447 euros para o modelo de entrada com motor 1.2 Dualjet GL (com preço de campanha de 13.414 euros), passando pelos 16.223 euros do motor 1.0 Boosterjet (14.190 euros com campanha) na sua versão de entrada e terminando nos 19.629 euros da versão de topo (embora com preço de campanha de 17.596 euros) munido de caixa automática.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...