Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Primeiro Honda/Acura NSX sai da linha de montagem

Rick Hendrick, à esquerda, e Clement D'Souza, responsável da PMC.
Rick Hendrick, à esquerda, e Clement D’Souza, responsável da PMC.

O primeiro exemplar de produção do Honda/Acura NSX já saiu da linha de produção nas instalações da Acura Performance Manufacturing Center (PMC) em Marysville, Ohio, nos Estados Unidos da América (EUA). Será aqui que todas as unidades deste superdesportivo moderno serão produzidos, mesmo os destinados ao mercado Europeu. Recorde-se que o NSX de nova geração foi integralmente desenvolvido naquele país, sendo também aí que a produção terá lugar.

“Hoje assiste-se à realização de um grande sonho aqui na PMC e ao culminar de mais de 30 anos de experiência e sabedoria de produção em Ohio”, referiu Clement D’Souza, líder do projeto de produção do Acura NSX naquela fábrica.

O primeiro cliente deste híbrido com motor V6 e três unidades elétricas associadas trata-se de, nada mais, nada menos, do que Rick Hendrick, que ganhou este privilégio ao obter a licitação vencedora num leilão da Barrett-Jackson em janeiro (num total de 1.2 milhões de dólares). Hendrick é também um apaixonado da competição automóvel, sendo proprietário de uma equipa de NASCAR com grande sucesso, a Hendrick Motorsports. Por seu turno, todos os lucros provenientes desse leilão reverteram a favor de causas beneficentes pediátricas e para o Camp Southern Ground para a integração de crianças discriminadas.

Hendrick pôde conduzir o seu novo Acura NSX pintado de vermelho pérola na saída da linha de montagem, envergando o Número de Chassis (VIN) 001, mas equipado também com jantes de desenho especial, discos de travão carbocerâmicos, interior com combinação em pele e Alcantara e elementos em carbono, como a cobertura do motor, tejadilho e spoiler traseiro.

Para aquele responsável, poder assumir o volante do seu recém-adquirido superdesportivo “foi um momento muito especial para mim e para todos na equipa”, afiançou, lembrando também a questão dos fundos para causas de beneficência. “É particularmente recompensador ver este incrível superdesportivo a ser construído nos Estados Unidos, sendo uma prova do empenho da companhia no que diz respeito à inovação e à produção aqui”, acrescentou.

A fábrica de Ohio conta com alguns dos mais avançados processos de produção orientados expressamente para a produção do NSX, enquanto o motor V6 bi-turbo de 3.5 litros acoplado a uma caixa automática de nove velocidades e motor elétrico traseiro é concebido no complexo não muito distante de Anna, Ohio, naquela que é a maior fábrica da marca no que diz respeito à produção de motores. Cada NSX é calibrado precisamente em bancos de ensaio e recebe um teste prévio de cerca de 150 milhas antes de ser entregue ao cliente.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Sushi At Home troca embalagens de plástico por cartão