Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Vendas de comerciais na Europa a crescer pelo 16º mês consecutivo

trucks

As vendas de novos veículos comerciais na União Europeia voltaram a aumentar em abril de 2016 o que se traduz no 16º mês consecutivo a crescer – o total de novos veículos comerciais cresceu 14,6%, totalizando 195.013 unidades.

Este crescimento foi sustentado em todos os segmentos de veículos comerciais com a Itália a registar o maior aumento (+ 32,5%), seguido de perto pela Espanha (+ 19,5%), Alemanha (+ 12,3%) e Reino Unido (+ 11,2%). Portugal cresceu +9.9% com 2933 unidades vendidas.

Se tivermos em conta os primeiros quatro meses do ano, o mercado da UE cresceu 12,8%, totalizando 758.566 veículos comerciais. Durante esse período, verificou-se um crescimento em Itália (+ 29,2%), Espanha (+ 12,9%), França (+ 10,1%), Alemanha (+ 10,0%) e Reino Unido (+ 4,1%) – em Portugal foi de +19,5%.

Veículos comerciais ligeiros novos (LCV) até 3,5 toneladas

Em abril de 2016, as novas matrículas de veículos comerciais ligeiros somaram 159.012 unidades, ou 13,6% a mais que em abril de 2015. Isto marcou o 32º mês consecutivo de crescimento no segmento, que representa a maioria das vendas no mercado de veículos comerciais. Itália (+ 30,8%), Espanha (+ 18,0%), Reino Unido (+ 11,8%), Alemanha (+ 9,1%) e França (+ 8,9%) contribuíram positivamente para a recuperação. Portugal registou +8,4% com 2594 unidades vendidas.

De janeiro a abril de 2016, 625.898 unidades foram registadas na UE – 11,8% a mais que no mesmo período do ano passado. Todos os principais mercados aumentaram ao longo deste período.

Veículos comerciais pesados ​​(HCV) com mais de 16 toneladas

Os resultados em abril de 2016 mostram um aumento de dois dígitos (+ 22,2%) no segmento de pesados, totalizando 26.457 novos registros. Este resultado positivo foi em grande parte sustentado pelo notável crescimento registado na Itália (+ 70,4%), Espanha (+ 32,4%), Alemanha (+ 23,3%) e França (+ 18,4%). Portugal registou +24,0%.

Quatro meses após o início do ano, o mercado da UE cresceram 19,6%, chegando a 98.397 unidades. Todos os principais mercados registaram um aumento: Itália (+ 28,6%), Espanha (+ 24,6%), França (+ 17,3%), Alemanha (+ 12,1%) e Reino Unido (+ 10,9%). Portugal teve um bom resultado: +33,5%.

Veículos comerciais médios e pesados ​​(MHCV) mais de 3,5 toneladas

Em abril de 2016, os resultados para veículos comerciais médios foram semelhantes para o segmento de pesados de mais de 3,5 toneladas, com a Itália (+ 61,0%), Espanha (+ 36,7%), Alemanha (+ 20,7%) e França (+ 17,7%) com  ganhos de dois dígitos. Portugal registou +16,0%. No geral, 32.706 novas unidades foram registadas na UE, isto é, 21,3% a mais que em abril de 2015.

De janeiro a abril de 2016, o número chegou às 120.330 novas unidades registadas na UE, 19,0% a mais que no mesmo período do ano passado. Todos os principais mercados registaram um crescimento significativo, especialmente em Espanha (+ 27,8%) e Itália (+ 27,4%). Em Portugal o crescimento foi de + 30,9%.

Novos autocarros e autocarros (MHBC) com mais de 3,5 toneladas médios e pesados

Em abril de 2016, os novos autocarros aumentaram (+ 2,7%) em relação a abril de 2015, totalizando 3.295 unidades. O crescimento foi sustentado principalmente pelo alemão (+ 14,2%) e o mercado do Reino Unido (+ 7,8%), enquanto a Itália (-11,9%), França (-6,9%) e Espanha (-2,8%) estiveram abaixo dos valores de abril de 2015. Portugal registou +141,2%.

Relativamente aos primeiros quatro meses deste ano, o número de autocarros na Europa aumentou 3,5%, atingindo as 12.338 unidades. A procura diminuiu no Reino Unido (-8,3%) e Itália (-12,7%), enquanto as novas matrículas cresceram na Alemanha (+ 13,1%), França (+ 6,9%) e Espanha (+ 3,7%). Portugal contou com um aumento de +68,4%.

 

Para consultar todos os dados oficiais (em inglês) clique aqui.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
O Boticário lança perfumes criados com a ajuda de IA