Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Portugueses são os mais interessados nos sistemas de deteção de obstáculos

conduzir

O mais recente estudo levado a cabo pelo Observador Cetelem sobre o mercado automóvel indica que, entre os 15 países analisados, Portugal é o que mais tem automobilistas interessados nos sistemas de deteção de peões/obstáculos (92% contra a média que é de 86%).

No entanto, apenas 69% dos condutores lusos estariam dispostos a pagar mais por um automóvel com esse tipo de equipamento.

Os portugueses estão muito interessados na funcionalidade de deteção de peões/obstáculos, mas ainda mais nos sistemas de geolocalização e imobilização da sua viatura em caso de roubo (95%) e nos sistemas de manutenção preventiva que permitem avisar o condutor em caso de avaria ou de problemas eminentes (95%).

Estas prioridades são partilhadas pela generalidade dos automobilistas dos países em análise.

“Não é de estranhar que os automobilistas tenham elegido como prioridade os sistemas de imobilização do veículo em caso de roubo, os sistemas de manutenção preventiva e os de deteção de peões/obstáculos. As três funcionalidades vão ao encontro daquela que continua a ser a principal preocupação dos automobilistas: a segurança”, afirmou Diogo Lopes Pereira, diretor de marketing do Cetelem.

Para satisfazer as necessidades dos consumidores portugueses em termos de redução de custos, a viatura deve igualmente integrar sistemas de otimização do orçamento, tais como conselhos de eco condução (91%) ou ainda a localização dos postos de combustível ou de oficinas mais económicas (88%).

 

De referir que os inquéritos de campo foram realizados, em julho de 2015, junto de 8500 condutores (com veículo adquirido nos últimos cinco anos) de 15 países (África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Japão, México, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia) e conduzidos pela TNS Sofres.

As análises económicas e de marketing, bem como as previsões foram efetuadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE .

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Adidas espera crescer à boleia de Beyoncé