Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Confirmado: Renault Kadjar ainda chega este ano a Portugal

kadjar6

As primeiras unidades do Renault Kadjar vão chegar ao mercado nacional ainda antes do Natal, cerca de ano e meio depois do seu lançamento nos outros mercados europeus, devendo as vendas em volume arrancar logo a partir de janeiro.

O atraso no lançamento do modelo deveu-se à necessidade de adaptar o modelo à legislação sobre portagens nas auto-estradas e SCUTS nacionais, de forma a que ele possa ser integrado na Classe (a mais barata), um forte argumento de venda deste tipo de veículos.

A prioridade da Renault francesa ao longo do ano passado foi para o lançamento do modelo na Europa, levando a que só no final do ano em curso a marca disponha do Kadjar adaptado.

Segundo apurou a Automonitor, em Portugal o Kadjar só será vendido em versões de duas rodas motrizes e terá um peso total superior ao dos modelos à venda noutros países, de forma a ultrapassar os 2300 Kg. Duas condições de base para poder ser homologado como monovolume de Classe 1 para aderentes da Via Verde, apesar da sua altura ao solo, medida na vertical do eixo dianteiro, ultrapassar o máximo permitido para essa categoria. Além disso, o Kadjar português terá também um eixo traseiro novo, garantiram à Automonitor.

O Kadjar é um modelo estratégico para a Renault, posicionando-se no segmento dos SUV compactos, um dos de maior crescimento no mercado nacional e europeu e onde tem como concorrentes diretos o Nissan Qashqai, líder da categoria, o novo Volkswagen Tiguan, acabado de chegar ao mercado, e o futuro Peugeot 3008, além do Kia Sportage, Hyundai Tucson ou o Ford Kuga.

No ano passado o segmento valeu 10,8 mil unidades em Portugal, com o líder destacado Nissan Qashqai a garantir 49% de quota e o Mercedes-Benz GLA, segundo classificado na tabela de vendas, a fazer 11%. Peugeot 3008, Mitsubishi ASX, Audi A3, Kia Sportage ocuparam, por esta ordem, os lugares seguintes do top.

Ofensiva de produto e aposta nos SUV e crossovers

O Kadjar completa a gama de SUV e crossovers da Renault, que é líder no segmento mini, com o Captur, e que em breve será completada com a nova geração do Koleos, um modelo de dimensões médias. A estratégia de adaptação dos seus modelos à preferência cada vez maior do consumidor europeu por SUV e crossovers, levou também a Renault a alterar o conceito do grande monovolume Espace, que na nova geração se apresenta com um look crossover. Uma receita que a marca implementou também no Scenic e Grand Scenic, que na nova geração seguem a tendência crossover.

A chegada do Kadjar, no final do ano, culminará uma intensa ofensiva de produto da Renault nos segmentos de maiores volumes de vendas, que se iniciou em janeiro com o lançamento da berlina 5 portas da nova geração Mégane, a que se seguiu a nova geração do Scenic e que prosseguirá no próximo fim-de-semana com o novo Talisman, em variantes sedan e carrinha Sports Tourer, uma aposta muito forte da marca no regresso à categoria dos familiares médios.

No final de julho, será a vez do resyling do Clio, o representante de marca no importante segmento B, dos modelos utilitários, o mais importante do mercado nacional. Depois do Verão, chegarão a carrinha Sports Tourer do novo Mégane (setembro) e o novo Renault Grand Scénic, a que se seguirá finalmente o Kadjar.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Feitoria vence Melhor Restaurante nos Prémios Mesa Marcada