Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Conhece o ‘The Stig’ secreto da Nissan?

nissan

Ganhou notoriedade com os seus enigmáticos fatos de piloto descaracterizados (primeiro negro e, depois, branco) e pelo capacete de viseira completamente escurecida. O ‘The Stig’, personagem que se encarregava de submeter os grandes desportivos à prova no circuito de testes do programa de televisão Top Gear no Reino Unido, marca uma geração de adeptos do automóvel, levando os espectadores a interrogarem-se sobre quem seria o icónico e misterioso piloto que se escondia sob aquele capacete. Michael Schumacher ainda fez o papel uma vez, mas apenas como piloto do (então seu) Ferrari FXX. Mais sério e corrente era Ben Collins nessa função, servindo como primeiro ‘The Stig’ no programa. O atual… permanece um mistério.

Contudo, também a Nissan conta com um ‘The Stig’ próprio na sua companhia: Paul Earnes, o piloto de competição ‘domesticado’ da Nissan e que se encarrega de testar todos os produtos da marca Japonesa na Europa.

Paul desempenha um papel chave na equipa encarregue de garantir que cada novo veículo desenvolvido pela Nissan é dinamicamente o mais adequado para as estradas europeias. Sendo um dos apenas quatro condutores especialistas fora do Japão que possuem a mais elevada qualificação de condução da Nissan, Paul Earnes efetua inúmeras voltas pelas várias pistas de teste da empresa em todo o mundo.

Com 20 anos de experiência na Nissan, Paul reconhece instintivamente se o chassis de um novo automóvel está otimizado para ter o melhor equilíbrio entre desempenho e conforto dos passageiros. Para além de possuir inquestionáveis capacidades atrás do volante, possui também o talento de conseguir pensar como o cliente.

“Com o novo GT-R, que estará disponível para venda neste verão, o objetivo foi torná-lo o mais excitante, aderente e estável possível quando conduzido no limite, pois é isso que o proprietário de um GT-R quer”, referiu Paul, que também consegue ‘mudar o chip’ e abordar os veículos mais comuns como um cliente procura, caso dos Juke ou Qashqai.

nissan paul

“Estes automóveis têm de ser ágeis, estáveis e seguros mas, ao mesmo tempo, proporcionar conforto e flexibilidade para os compradores”, afirmou Paul, que começou a sua carreira no mundo automóvel em meados dos anos 80 como técnico.

O trabalho de Paul passa muito mais por reproduzir a forma como os clientes da Nissan irão realmente conduzir os seus automóveis no mundo real: “Conduzo a velocidades diferentes, em diferentes posições na estrada, subindo e descendo bermas, através de trilhos com buracos, em autoestrada e em situações de para/arranca com forte congestionamento de trânsito. Para a Nissan, tem tudo a ver com a qualidade da experiência de condução. Só depois posso realmente avaliar o verdadeiro desempenho dinâmico de um automóvel e garantir que está em condições para ser conduzido por um cliente Nissan”, concluiu.

Atualmente está a trabalhar em colaboração muito próxima com os engenheiros da Condução Autónoma da Nissan, aperfeiçoando a tecnologia Nissan ProPilot para os clientes europeus, cuja estreia será feita no próximo ano com a introdução na produção em série da fase “Piloted Drive 1.0” (condução autónoma em faixa única) no Nissan Qashqai já no próximo ano.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Feitoria vence Melhor Restaurante nos Prémios Mesa Marcada