Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

30% dos portugueses prontos a mudar de carro se este tiver novas funções

condução autónoma kof project tecnologia

O mais recente estudo do Observador Cetelem revela que 30% dos portugueses estão prontos a mudar para um  automóvel conectado se este contar com novos serviços e funcionalidades, inexistentes no seu atual veículo. A maior percentagem, no entanto, declara que isso não os fará mudar de carro (60%).

O mesmo estudo revela ainda que se para 58% dos automobilistas portugueses, o veículo conectado não mudará nada na sua frequência de utilização, 33% admitem que os benefícios oferecidos pelas novas funcionalidades serão motivos suficientes para usar o carro com maior frequência.

Já 3% declaram que as suas intenções de utilização serão menos intensas.

A nível mundial, verifica-se a mesma tendência: para 53% dos automobilistas o veículo conectado não mudará nada na sua frequência de utilização do veículo enquanto cerca de 31% estimam que os benefícios das novas funcionalidades irão incitá-los a escolher com maior frequência o automóvel para se deslocarem (contra 8% de intenções menos intensa).

Nos casos do Brasil, China, México e Turquia, mais de metade dos automobilistas utilizaria mais a viatura se esta fosse conectada. Nestes países emergentes, 65% declaram mesmo que as novas funcionalidades do automóvel os poderá levar a renovar o seu veículo mais rapidamente.

“A chegada do veículo conectado representa uma renovação do produto e será certamente uma alavanca de crescimento para os mercados de venda e pós-venda. Conforto, ganho de tempo, segurança são benefícios valorizados pelos automobilistas, que se revelam prontos a pagar por eles”, afirmou Diogo Lopes Pereira, diretor de marketing do Cetelem.

 

As análises económicas e de marketing, bem como as previsões foram efetuadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE.

Os inquéritos de campo ao consumidor foram conduzidos pela TNS Sofres, durante o mês de julho de 2015, em quinze países (África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Japão, México, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia). No total, foram questionados mais de 8.500 proprietários de uma viatura adquirida nos últimos cinco anos.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Feitoria vence Melhor Restaurante nos Prémios Mesa Marcada