Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Alemanha pressiona Europa para proibir software que desliga controlo de emissões

car-emissions

A Alemanha quer que a União Europeia (UE) reveja as regras sobre as emissões de gases poluentes e proíba o software de controlo de emissões de alguns fabricantes de automóveis que se desliga automaticamente em determinadas condições.

Atualmente, os regulamentos europeus permitem que os construtores ajustem os sistemas de exaustão por razões de segurança por meio de um software que se desliga automaticamente. Mas, após testar mais de 50 modelos diferentes, as autoridades alemães duvidam que tais sistemas se “desliguem apenas e só pela necessidade de proteger o motor”.

Num documento preparado pelo Ministério dos Transportes Alemães para uma reunião em Bruxelas, e que o Automotive News cita, a Alemanha quer que a UE adicione uma cláusula a dizer que os fabricantes precisam de explorar as “melhores tecnologias disponíveis” antes de serem autorizados a utilizar o software que se desliga automaticamente para proteger o veículo.

“A redação desta excepção aumentaria a segurança jurídica”, afirmou o ministério germânico.

Recorde-se que a Alemanha já agiu contra os fabricantes que forçaram os limites dos regulamentos existentes, obrigando, em abril, a Volkswagen e outras marcas a proceder a um recall voluntário de 630 mil veículos para atualizar as configurações do controlo de temperatura em sistemas diesel.

No documento pode ler-se também que os construtores devem ser obrigados a divulgar que tipo de tecnologia utilizam para proteger os motores em condições adversas de condução e como funciona.

O caso das emissões Volkswagen é diferente do que aqui se trata: o software ajustava as emissões para falsificar os testes legais ao invés de desligar o sistema de redução de gases sob certas condições.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
58% dos profissionais de Marketing e Vendas procura novo emprego