Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Novo Ford Ka+: O ataque ao segmento dos citadinos

 

Jogando uma carta importante no segmento dos citadinos, a Ford apresentou o novo Ka+, agora numa variante de cinco portas do modelo que até agora se vendeu sempre com carroçaria de três portas.

Com este novo citadino compacto, a Ford procura oferecer uma combinação mais intrincada de espaço interior, eficiência de combustível e dinâmica de condução a um preço muito acessível, sendo posicionado abaixo do Fiesta com um preço que começa nos 10.670 euros.

Disponível na Europa para encomenda a partir de junho, com as primeiras entregas a fazerem-se na parte final deste ano, o novo Ford Ka+ tem por base a plataforma global da Ford para automóveis pequenos, oferecendo espaço para cinco ocupantes, embora o seu comprimento total não exceda os quatro metros.

O Ka+ é ligeiramente mais curto do que o Fiesta, sendo 29 mm mais alto, contando com um interior otimizado a pensar numa melhoria do conforto total para todos os ocupantes, em especial atrás.

 

Em termos de bagageira, o Ka+ oferece 270 litros, podendo ainda ampliar essa amplitude graças ao rebatimento dos bancos traseiros em proporção 60/40, além de 21 locais de arrumação para pequenos objetos no habitáculo, incluindo o denominado MyFord Dock na consola central que permite aos ocupantes guardarem ou carregarem os seus dispositivos móveis. Há ainda um compartimento escondido no fundo do painel de instrumentos que só é acessível quando a porta do condutor é aberta, permitindo nele esconderem-se objetos de maior valor.

No interior, a atenção esteve mais centrada na forma de apresentação com detalhes cromados distintivos em áreas de grande visibilidade e táteis, como puxadores das portas, botões da consola central e saídas da ventilação.

O novo KA+ conta com uma oferta mecânica simplificada, com base num novo e eficiente bloco a gasolina Duratec de 1.2 litros, disponível com 70 e 85 cv de potência, derivando da mesma família do bloco de 1.25 litros do Fiesta, integrando abertura das válvulas independente e temporizada para uma melhor capacidade de resposta e de eficiência de combustível e emissões. Este motor surge combinado a uma caixa manual de cinco velocidades.

Em termos técnicos, o motor foi pensada para oferecer uma economia melhorada, com recurso a uma calibração otimizada, óleo de motor de baixa fricção e carga regenerativa, permitindo uma economia de combustível ao manter a carga da bateria em níveis eficientes através da captura de energia elétrica livre quando os condutores percorrem descidas acentuadas ou quando travam. Pneus de baixa resistência ao rolamento e detalhes aerodinâmicos melhorados, como sejam um lábio inferior no spoiler frontal e aberturas na grelha, também contribuem para melhorar a eficiência. As duas variantes do motor atingem as mesmas emissões de CO2, ou seja, 114 g/km, e um consumo médio de 5,0 l/100 km.

Uma variante adicional de elevada eficiência (com 85 cv) estará disponível em determinados mercados, com uma relação de transmissão final mais elevada e uma calibração exclusiva, de modo a garantir emissões de CO2 de 110 g/km.

“A Ford tem um orgulhoso passado de preços acessíveis em modelos pequenos, propostas que são simultaneamente práticas, económicas e divertidas de conduzir”, disse Jim Farley, Vice-Presidente Executivo e Presidente da Ford Motor Company para a Europa, Médio Oriente e África. “O KA+ é fiel a essa tradição, reunindo uma enorme quantidade de valor para um modelo compacto, garantindo uma ágil dinâmica de condução e um habitáculo surpreendentemente espaçoso”, acrescentou.

Aposta no equipamento

A marca propõe dois níveis de equipamento para o Ka+, tornando a escolha mais simples para o cliente, já que um dos níveis é para o modelo de 70 cv e o outro para o de 85 cv, sendo que ambos partilham elementos como o ar condicionado manual, sistema de comunicações e de entretenimento Ford SYNC com ativação por voz, sistema AppLink que permite a ativação vocal de um leque de apps de smartphone, sistema Ford MyKey, que permite aos proprietários definir a velocidade máxima, os limites do volume de áudio e que os recursos de segurança não são desativados, sendo esta última uma tecnologia idealizada para os pais contarem com alguma paz de espírito ao ‘controlarem’ a condução dos jovens e mais inexperientes ao volante.

Todos os KA+ contam com equipamento de série como vidros dianteiros e retrovisores exteriores elétricos, fecho de portas com controlo remoto, sistema de segurança com seis airbags, Controlo Eletrónico de Estabilidade com Assistência ao Arranque em Inclinação, Limitador de Velocidade e sistema Ford Easy Fuel. Ao escolher a proposta de 85 cv, os clientes também podem especificar uma variedade de opcionais, incluindo-se o controlo eletrónico da temperatura, volante em couro com cruise control, bancos dianteiros aquecidos, sistema de áudio DAB, sensores de estacionamento traseiros, vidros traseiros escurecidos e elétricos, espelhos aquecidos e rebatíveis eletricamente e jantes de liga leve de 15 polegadas.

 

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Sushi At Home troca embalagens de plástico por cartão